Oktoberfest: A maior festa da cerveja do mundo

Quando o mês de outubro é associado à cerveja, a gente não pensa em outra coisa que não seja Oktoberfest: a festa cervejeira mais famosa do mundo!

E que tal aprendermos um pouco mais dessa história?
Você sabe como surgiu esta festa tradicional?170613481-wiesn-oktoberfest-jahre-jubilaeumswiesn

Em 1810, o príncipe Ludwig (ou Luís), depois coroado como Luís I da Baviera, casa-se com a princesa Teresa da Saxônia-Hildeburghausen, em 12 de outubro de 1810. Todos os moradores de Munique foram convidados para a festa do casamento.  O evento, durou uma semana e aconteceu em um grande campo perto dos portões da cidade que, depois, foi batizado de Theresienwiese (Campo de Teresa) em homenagem à noiva.  Ainda hoje, é neste mesmo parque que acontece a Oktoberfest de Munique.

O sucesso da festa foi grande, que levou a novas edições todos os anos, sempre em outubro, virando tradição em Munique.

Desde 1872, a festa começa no sábado, depois do 15 de setembro (para aproveitar o calor, já que outubro é frio na Alemanha), às 12 horas, com a tradicional cerimônia de abertura “O’zapft is” que significa “O barril está aberto!”. Essas são as palavras gritadas pelo prefeito de Munique todo ano e indica o exato momento em que se reinicia a festa de casamento celebrada há mais tempo no mundo. Nesse momento, o prefeito fica com um martelo de madeira na mão e com uma torneira. Bate o martelo na torneira em um barril de chope até estourá-lo e o chope sair. Aí sim, todas as cervejarias estão liberadas para começar a servir as cervejas. A festa se encerra duas semanas depois, no primeiro domingo de outubro.

oktoberfest_01928

Curiosamente, a cerveja era proibida nas primeiras edições. A bebida só foi aparecer em 1918, mais de cem anos depois, e virou marca da festa. Hoje, Munique recebe 10 milhões de pessoas que bebem 7 milhões de litros de cerveja a cada Oktoberfest.

Outra curiosidade é que apenas seis fabricantes são autorizados a fornecer a bebida durante a Oktoberfest: Paulaner, Hofbräu, Löwenbräu, Spaten, Hacker-Pschorr e Augustiner. A honraria requer que todos os produtores se enquadrem em dois requisitos básicos: eles têm de respeitar a Lei da Pureza da Bavária, um tratado de regulamentação na produção de cerveja assinado em 1516 e que perdura até hoje, e devem concentrar a produção dentro do perímetro urbano de Munique.

Hoje, a cerveja oficial da Oktoberfest é a Festbier. Porém, isso só foi acontecer em 1990. Antes disso, a cerveja oficial era a Marzën.

Aqui, eu conto mais sobre as cervejas oficiais da Oktoberfest.

Cada uma das seis cervejarias tem seu pavilhão próprio na Oktoberfest, cada um com um público específico por tradição mesmo. No total, são 14 tendas/pavilhões. Cada um comporta entre 4 mil a 11 mil pessoas e são erguidos somente para a festa. Ah, e não precisa pagar a entrada na festa, apenas o que consome. Por isso, quando lota, eles fecham os portões. E tem mais, você só pode beber se estiver com lugar na tenda. Do lado de fora é proibido beber.

Já ouvi dizer que não é uma festa muito organizada. É muita gente etc. Só indo para saber mesmo.

zelte-hp

oktoberfest

Além da cerveja, a festa é marcada pela gastronomia, música, dança, artes cênicas, parques para as crianças e muita história contada e exaltada por um povo que faz questão de sair às ruas, ainda hoje, com trajes de época.

munich20.jpg

brinde.jpg

As bandas, sempre tocam músicas tradicionais alemãs que agitam todos. A cada meia ou uma hora, é tocado o refrão musical símbolo da Oktoberfest: Ein prosit, ein prosit der gemütlichkeit (um brinde, um brinde ao ambiente acolhedor). Neste momento, todos erguem os copos, movimenta-os para os lados e brindam efusivamente, sempre olhando nos olhos dos companheiros, como manda a tradição alemã. Eles brindam sem dó, por isso os copos são de vidros grossos, bem resistentes.

Outra coisa que chama a atenção são as garçonetes que levam as enormes canecas cheias para as mesas. Algumas carregam até 12 de uma vez. Cê besta!

oktober

Com a imigração dos alemães, a festa mais popular da Alemanha espalhou-se pelo planeta. Hoje, existe Oktoberfest em diversos países. A mais famosa do Brasil é a que acontece em Blumenau, Santa Catarina, considerada a segunda maior Oktoberfest do mundo!

Curiosidade atual: Foi aprovado no dia 15 de setembro de 2021, na Espanha, o registro da marca Oktoberfest, solicitada pela prefeitura de Munique, cidade da maior festa de chope do mundo. Essa decisão dá a Munique o poder de restringir legalmente cópias do festival. A medida, aprovada pelo EUIPO (Instituto de Propriedade Intelectual da União Europeia), foi motivada após Dubai anunciar que faria uma festa no mesmo estilo. E que seria a oficial de 2021.

No Brasil

blumenau

Vários estados realizam suas Oktoberfest. Porém, é a de Santa Catarina a mais famosa. A primeira edição aconteceu em 1984, por um motivo trágico. Naquele ano, a região do Vale do Itajaí ficou embaixo d’água devido às enchentes. Com isso, resolveram realizar, em Blumenau, uma edição da festa de Munique para resgatar a autoestima da população e ajudar no reaquecimento da economia. Em poucos anos, tornou-se o maior encontro de cervejeiros do país e uma das festas mais conhecidas entre os brasileiros, amantes ou não da cerveja.

chope metroA Oktoberfest de Blumenau se inspira na original, com bastante cerveja, além dos desfiles de grupos nacionais e internacionais, competições de tiro ao alvo, de cerveja em metro, no qual o candidato precisa beber quase um litro numa só golada e no menor tempo possível, apresentações musicais, paradas de carros alegóricos e gastronomia típica da Bavária. Alguns, também vão com roupas típicas da Bavária. Inclusive, para quem vai com os trajes conforme exigido pelo festival, tem a entrada liberada. A média é que 700 mil pessoas passem pelo Parque Vila Germânica todos os anos. Ah, e diferente de Munique, aqui a festa acontece em outubro mesmo e dura quase 20 dias.

vila-germanica-oktoberfest

A Vila Germânica parece uma cidadezinha, com construções típicas alemãs.

Estive na cidade durante o Oktoberfest de 2018. Veja como foi minha experiência aqui Oktoberfest Blumenau.

Ein Prösit!!!

Chope x Cerveja: Diferenças

torneira.jpg

Quem nunca desejou sair do trabalho ou da faculdade e tomar aquele chope cremoso?

Mas afinal, qual a diferença entre o chope e a cerveja engarrafada?

Antes de falar sobre as diferenças, vai aí uma curiosidade: A palavra chope vem de schoppen. Com a imigração alemã para o Brasil, os alemães chegavam no balcão e pediam uma caneca de cervejas que estava no barril “ein schoppen”, traduzindo “uma caneca”. Os brasileiros acabaram associando aquela cervejas no barril à palavra “schoppen”, que lógico foi encurtada por nós: o Chope!

O certo seria “cerveja armazenada sob pressão” (chope) e “cerveja armazenada em garrafa”.

Apesar das duas formas terem os mesmos ingredientes, elas têm algumas diferenças sim.

Vamos a elas:

Pasteurização: Depois que o processo de fabricação foi finalizado, a cerveja que é engarrafada é pasteurizada e a cerveja que vai para o barril, não é pasteurizada, que é o chope.

O que isso significa a cerveja ser pasteurizada? Significa que, depois de pronta, a cerveja é aquecida e depois resfriada, subitamente, para eliminar todos os microrganismos, fazendo com que a cerveja tenha um tempo de vida mais prolongado. Já a cerveja que vai para o barril, o chope, não passa por esse processo, é servido do jeito que sai dos tanques, com as leveduras e substâncias criadas no processo de fermentação. Por isso, falamos que é fresco.

Porém, há controvérsias nesse quesito. Existem cervejarias que pasteurizam o chope para durarem mais. E existem cervejarias que não pasteurizam a cerveja, a engarrafam com todos seus elementos vivos (chamadas até de cerveja viva) para que mantenha seus aromas e sabores.

barril.jpg

Prazo de validade: Por ser pasteurizada, a cerveja engarrafada tem um tempo de validade maior que o chope. Não vou entrar em detalhes sobre o tempo de cada uma, porque, por exemplo, o chope, dependendo do estilo e condições armazenadas, pode durar semanas ou meses. Já a cerveja dura alguns meses ou até anos.

engarrafar.jpg

Textura:  Normalmente, o chope é mais cremosos e refrescantes que as cervejas. Isso se deve à forma utilizada para retirar o líquido do barril. Quando é feita a pressão para a retirada do chope, ele recebe gás carbônico extra, dando mais cremosidade. Por isso, eles também parecem ser mais leves, descendo mais fácil.

A pasteurização costuma modificar o corpo da bebida, bem como os seus aromas. Por isso, mesmo que seja o mesmo líquido, no final, depois da pasteurização, eles ficam diferentes.

chopp litro

Ahhhh, e tem mais uma coisa! Não me venha virar a garrafa de cerveja nesses recipientes com torneira e falar que está tomando chope, não, hein! O famoso chope no metro. Pelamordedeus (foto ao lado)!

Confesso que não tenho preferência. Tem cerveja que fica melhor embarrilhada, sendo servida como chope e outras ficam mais saborosas quando vêm engarrafadas. Tem que tomar para sentir!

E você, já pensou sobre isso?

Saúde!

#TBT: Buller Brewing Co. – Cemiterio Recoleta (Buenos Aires)

O #tbt de hoje é de um lugar que conheci em Buenos Aires e que achei massa demais: a Buller Brewing Co., uma das pioneiras da cerveja artesanal na Argentina.

buller 3

Eles têm duas casas em Buenos Aires, mais a cervejaria que fica afastada da cidade.

Fui na que fica em Recoleta, que existe desde 1999 e é referência entre os bebedores de cerveja artesanal em Buenos Aires.

Achei muito lindo por dentro. Dá a impressão de estarmos em um container.

buller

Do lado de fora, o ambiente é mais gostoso ainda.

20180412_165918

As torneiras personalizadas são de dar inveja em qualquer pub.

buller brewing

E os canos de inox, atrás das torneiras (lindos), indicam que o chope é tirado na hora, fresquinho.

Por falar em chope, a variedade da Buller é bem grande. São diversos estilos. Cada um mais gostoso que o outro e muito bem feitos. Qualidade boa. Quando fui, estavam engatados: Golden, Hefe Weizen, Honey, Amber Ale, IPA, Irish Red, Nitro Irish, Session IPA e Stout.

buller 2

Além dos chopes próprios, tinham chopes da Warsteiner (Alemanha) e Grolsch (Holanda). Todos os chopes são servidos em temperatura ambiente.

chopeEles têm um cardápio cheio de petiscos. Mas estávamos sem fome.

Fomos só para tomar alguns chopes, para dar uma refrescada. Afinal, tínhamos acabado de rodar por horas pelo Cemitério da Recoleta.

20180412_162928.jpg


Falando nele, esse será o ponto turístico desse #tbt.

IMG_7975A princípio achei meio estranho um cemitério ser um dos principais pontos turísticos de uma cidade. Mas, quando cheguei lá, entendi. Alguns túmulos são verdadeiras obras primas, outros são medonhos e alguns bem grandes.

IMG_7981

Ele é um dos cemitérios mais visitados do mundo, ao lado do parisiense Pere-Lachaise.

Sua fama é justamente pelo luxo das lápides e da ostentação dos túmulos, retrato do bom momento econômico vivido pela Argentina no início do século XIX. Atualmente acontecem poucos enterros no local devido ao pouco espaço livre disponível e o alto preço do terreno.

IMG_8009

Cada proprietário deve pagar uma taxa mensal de administração. O metro quadrado mais caro da cidade está localizado dentro do Cemitério da Recoleta. Que coisa, não?!

20180412_155242A cidade de mortos dentro de uma cidade foi construída em 1822, como o primeiro cemitério público da cidade. Porém, com o tempo, o bairro começou a tornar-se de “classe alta”, e o cemitério converteu-se no local preferido para enterros das famílias com mais posses.

cemiterio recoleta 2

Encontram-se túmulos de personalidade que participaram da história argentina, como importantes políticos (Evita Perón), escritores (Silvina Ocampo e Adolfo Bioy Casares), médicos, artistas, prêmios Nobel (Carlos Saavedra Lamas e Luis Federico Leloir), esportistas e empresários.

No total, são mais de 4.000 abóbadas e mausoléus de mármore decorados com estátuas e outros detalhes, que se encontram em ruas estreitas, nos dão a impressão de estarmos em uma cidade (sombria).cemiterio recoleta

evita peron

O cemitério fica cheio de gente transitando para conhecer aquela ostentação. Todos procuram pelo túmulo da Evita. Não existem placas indicando. Tem que dar sorte de achar. Achei, e não tem nada demais nele. É de granito e está cheio de flores e placas de homenagem.

20180412_152717

O que achei mais cabuloso foi o túmulo de Liliana Crociati. Li que ela morreu numa avalanche durante sua lua de mel na Áustria. No mesmo dia, separado por mais de 14 mil quilômetros de distância, seu cachorro Sabú também faleceu. Seu pai fez um mausoléu que imita o quarto que Liliana tinha em vida. Sua escultura é a única do cemitério acompanhada por um cachorro.

Aiêê! Eu não gostaria de ver essa estatua de alguém da minha família assim.

Se deixar, conto história aqui até amanhã!

Espero que tenha gostado!

Weird Barrel: um navio cervejeiro atraca

Preparados para entrar nesse navio pirata cervejeiro?

Weird Barrel

Então, bora para o Weird Barrel, que é a dica de hoje do Onde Beber Artesanal.

O WB é um brewpub da cervejaria Weird Barrel Brewing Co., localizado em Ribeirão Preto – SP. Nesse espaço, além do bar, fica a fábrica da cervejaria. Lá, eles fabricam o próprio chope e o serve fresquinho, direto dos tanques.

ribeirao preto

O local: O ambiente é bem legal, toda a decoração é voltada para o tema pirata.

navio pirata

A parede onde fica a fábrica tem um buraco quebrado, de propósito, onde dá para bisbilhotar parte da fabricação da cerveja (foto acima). O teto de madeira e outra parede quebrada fazem parte da decoração muito bem pensada.

O brewpub conta com um espaço interno e um deck amplo para os clientes sentarem e ficarem à vontade.

Weird Barrel 3

Weird Barrel brewpub

O esquema de pedir é modernão. Tablet na mesa, faça seu pedido pelo tablet que o garçom traz. O serviço é bem rápido.

cardapio

Na oportunidade, um dos atendentes me convidou para conhecer a fábrica. É pequena, mas super arrumadinha.

Weird Barrel chope

Para tomar: São 10 torneiras com chopes exclusivos da casa, que são servidos somente lá, nada de garrafa de vidro. É só chope e somente do tipo ale. As receitas são bem criativas. Tomamos a Bad Luck, uma Fruit Beer com morango, amora, framboesa e pintaga; a Pirate’s Flip, uma Session IPA com gengibre; a Fancy Burp, uma IPA; e a Naughty Grog, uma Black IPA envelhecida em barris de rum. Todos excelentes!
Os valores dos chopes de 473ml (pint) variam de R$14,90 a R$21,90.

chopes

Além dos chopes, têm drinks e uma torneira com água potável liberada.

Para comer: Tem muita gororoba neste navio. Tira-gostos, sanduíches e sobremesas. As porções são bem modestas, pelo que vimos, e os valores um pouco salgado. Como a gente estava “guardando o estômago” para um burgão da esquina, comemos apenas a porção de pururuca.

pururuca.jpg

cervejeira uai em ribeirao

Eu adorei conhecer esse navio diferentão. Voltaria fácil para tomar mais estilos diferentes.

Weird Barrel
Endereço: Rua Altino Arantes,1854
Ribeirão Preto, SP
Insta: @weirdbarrel

#TBT: Cerveza Antares – Plazas Buenos Aires

kolsh-antares.jpg

O #tbt de hoje é com essa cervejaria artesanal argentina: a Cerveza Antares, que nasceu em Mar del Plata, em 1998, e está muito presente em Buenos Aires. Todo lugar que fui na capital, ela estava presente.

Atualmente, a cervejaria Antares ocupa a posição de liderança no mercado de cervejas artesanais na Argentina. Já está sendo exportada, inclusive, para o Brasil.

antares

A variedade de estilo deles é enorme. Vai das clássicas como Pilsen, Kölsh e Porter, às especiais como a Barley Wine e a Russian Imperial Stout. Têm algumas envelhecidas e outras sazonais. Ou seja, eles estão bem avançados quando o assunto é variedade.

Outra curiosidade: Eles fizeram a primeira cerveja argentina com água do mar. Pode isso, produção?

O nome Antares se refere à estrela mais brilhante da constelação de Escorpião, usada por séculos por navegadores de alto mar para guiar seus destinos. Que é o significado da cerveja para seus proprietários.

Além das duas fábricas, eles possuem 53 franquias. Penso que essas franquias seriam bares que levam o nome da cervejaria.

Eu estive na unidade de Palermo, em Buenos Aires.

cerveza antares

Com um espaço enorme, uma decoração bem moderna, remetendo à moda cervejeira e roqueira.

antares

20180412_011017

Achei linda a chopeira com aquelas 10 biqueiras gritando “me chama!”.

chope antares

Em baixo da chopeira, as portas do freezer com o rótulo das cervejas e, atrás, os fermentadores de inox deram um charme a mais. Muito bem planejado.

20180412_010824

stout-antares.jpgNo cardápio, haviam 12 chopes da  Antares, ou seja, para se perder. Então fui nos estilos que gostava mais como a Kölsh e a Stout. Os chopes são muito bem feitos. Deliciosos! Experimentei a IPA também. As IPAs argentinas não são tão amargas quanto as daqui. Me agradaram…rs

Para comer, era opção que não acabava mais. Desde petiscos à sanduíches e pizzas.

Nós pedimos almondegas com rúcula e pomarola porter; queijo frito, que também tinha rúcula e massa de tomate.; mexilhões gratinados; e empanadas de carne picante, que também vinha com rúcula. Que coisa, né? Nunca comi tanta rúcula em um bar! Aliás, nunca comi rúcula em bar. Mas tava valendo!

comida antares


Os pontos turísticos de hoje são duas lindas praças de Buenos Aires.

A Plaza Libertador General San Martín é uma enorme praça, com muita árvore, muito verde, que fica na região central de Buenos Aires.

plaza libertador san martin

plaza san martin

No meio da praça tem um monumento em homenagem ao General José de San Martín, herói nacional responsável por campanhas decisivas para a libertação argentina do domínio espanhol, além do Monumento a los Caídos, memorial aos soldados mortos na Guerra das Malvinas de uma escultura de mármore que representa um jovem em atitude de dúvida perante a bíblia: La Duda (A Dúvida).

20180411_172902

plaza libertador san martin 2

Por lá, ficam diversas pessoas, sentadas nas gramas, nos bancos passando o tempo. É uma delícia.

plaza libertador

Em frente à praça, fica a Torre Monumental (Torre de los Ingleses). Um monumento doado por residentes britânicos na Argentina por ocasião do centenário do primeiro governo de origem, em 1910.

torre

O relógio é uma versão menor do Big Ben, localizado na sede do Parlamento britânico, em Londres. Dá para subir na Torre e ter uma visão linda dos arredores. Mas não subimos.

O outro ponto é a Plaza Alemania. Uma praça grande e linda! Que dá vontade de ficar lá para sempre. Parece realmente, os bosques de Berlim.

plaza alemania

plaza alemania 2

No centro dela, fica a fonte “Riqueza Agropecuária Argentina”, doada pela comunidade alemã, em 1910.

buenos aires

Tudo lindo!

plaza

 

Beerstock Pub: Rock clássico e chope artesanal em um ambiente para todos

20190914_211057.jpg

A dica que vou dar hoje tem diversidade de chope para ninguém colocar defeito: o Beerstock Pub.

O pub tem um espaço muito bom, composto de diversos ambientes. Tem o espaço externo com mesas ao ar livre, que aceita pets, e tem um enorme espaço interno dividido entre área de jogos com sinuca, espaço kids e a parte principal onde ficam as mesas, o palco (onde bandas se apresentam às sextas e sábados), as torneiras, enfim, onde o pub acontece.

beerstock

20190914_212358.jpg

O local: É uma casa bem descontraída, com decoração voltada para os amantes de futebol e do rock.  O pessoal é bem animado. O estilo de música que dita o ritmo do pub é claro que é o rock e o pop rock.  É indicado para turmas, casais, jovens, adultos e para famílias também. Quando fui tinham muitas crianças que corriam e brincavam pela casa com liberdade. Achei bacana!

Para beber: Dá para se perder. São 20 torneiras com os mais diversos estilos de chope artesanal de cervejarias mineiras! Além de poder beber lá, você pode levar seu chope para a casa.  Os valores dos de 500 ml variam entre R$11 (Pilsen) a R$39 (NE Triple IPA). Achei salgadinho os preços, mas você paga por produto de qualidade excelente.

20190914_210527

O esquema lá é quase um self-service de chope. Pois você que tem que ir buscar o seu chope. Tudo é anotado na comanda e pago no final. O garçom só leva os petiscos.

Eu fiquei bem na dúvida de qual beber. Fui de Hop Lager, da Falke Bier; APA da Antön Beer; e Dry Stout, da Cervejaria Vinil.

chop beerstock

Além dos chopes, a casa tem, algumas long necks, drinks, vinhos, doses e bebidas não alcoólicas.

20190914_210226

Para comer:  O cardápio tem opções para todos os gostos.  As opções incluem pratos individuais e para compartilhar, entre carnes, espetos, petiscos, sanduíches e sobremesas. A batata frita é caseira (que ganham 100 pontos com a gente). Além da batata, pedimos o croquete alemão. Muito bom!

20190914_213919

20190914_222944.jpgA casa contém lojinha de suvenirs e itens cervejeiros como canecas, copos, growlers e camisas.

Adorei conhecer o pub, a recepção foi excelente, atendimento de primeira, assim como os chopes e os pratos. Já quero voltar!

Beerstock Pub
Av. Aggeo Pio Sobrinho, 20
Buritis, Belo Horizonte- MG
Instagram: @beerstockbh

Tijucana Pub: A casa do chope artesanal em Diamantina

tijucana

A dica de hoje para beber artesanal vai viajar para o interior mineiro novamente.

A dica da vez é o Tijucana Pub, Restaurante e Growler Station da Cerveja Arte Tijucana, de Diamantina.

Inaugurado neste ano, 2019, o pub é um achado! Andando pelos becos da cidade de Diamantina, você avista uma portinha com o nome do pub. Ao entrar, você não acredita no tamanho do pub. Por ser em Diamantina, o pub é bem espaçoso.

◊ O local: A iluminação baixa dá um charme dos pubs ingleses, além da manutenção da estrutura antiga, que nos remete às casas históricas.

20191116_210645

20191116_211231

No palco, toda semana se apresenta uma boa banda, tocando o melhor do rock nacional e internacional. O som é bem alto, talvez, por isso, não seja um lugar apropriado para levar crianças e também não dá para conversar quando a banda está no palco. Aproveite para curtir o som!

20191116_210637

Por lá, estão grupos de jovens, adultos, casais, todos com o objetivo de se divertir e aproveitar tudo que a casa tem de bom.

20191116_211332

O atendimento é excelente. Os garçons são super solícitos e animados, sem contar a cordialidade de um dos sócios-proprietário, Renato.

A casa tem uma vista privilegiada para a principal praça da cidade, a Praça do Mercado Velho. Delícia demais, pegar uma mesa na janela e sentir o clima diamantinense.

20181115_225843-e1574215623148.jpg

◊ Para beber: Humm.. e para beber não poderia ser diferente, muito chope e cervjejas artesanais. São 15 torneiras com chope das mais diversas cervejarias mineiras e dos mais variados estilos. De Pilsen a IPA.Os valores variam de acordo com o estilo. As de 500 ml vão de R$11 a R$17.  Além dos chopes e cerveja artesanal em garrafa, eles servem drinks, vinhos, cahcaça, whisky, água, suco e refrigerante.

20191116_211250

Eu fui e King’s Cross, uma Pale Ale da Verace, Dunkel da Krug Bier e Hop Corn, uma IPA da Wäls.

◊ Para comer: A casa oferece diversas opções para tira-gosto. Tem prato com comida brasileira,  americana e alemã.

Aos sábados, eles servem uma deliciosa feijoada. Hummm.

 

20191116_213716.jpg

Se tiver passeando por Diamantina, não deixe de conhecer o pub, além de tomar belas artesanais no local, você também pode encher seu growler para levar pra casa. Fica a dica!

Bora lá?!

♦ Tijucana Pub
Rua Maria Leopoldina, 160
Diamantina – MG
Intagram: @cervejaartetijucana

 

 

.

#TBT: On Tap Craft Beer – Escuela Presidente Roca (Buenas Aires)

No #tbt de hoje eu não vou falar de uma cerveja mas de uma cervejaria em Buenos Aires muito descolada e com chope artesanal para mais de metro!

on tap 1

É a On Tap Craft Beer, uma cervejaria que oferece 20 rótulos de cervejas artesanais a maioria da argentina e uma ou outra de fora. A On Tap tem dez, eu disse 10, unidades espalhadas por Buenos Aires. É coisa demais. Eu fui na de Palermo.

on tap craft beer

O local é pequeno, tem mesas dentro, cadeiras no balcão e mesas do lado de fora. Além de um mesão central compartilhada, onde tem um telão com futebol passando.

O público é bem jovem e animado. E, como na maioria dos pubs de Buenos Aires, eles têm o esquema de Happy Hour. Em um intervalo de tempo, os chopes ficam mais baratos. Assim, a casa fica lotada!

on tap buneos aires

O esquema lá é pagou, pegou a ficha e retirou no balcão. Talvez para não perderem o controle já que a casa fica cheia e muita gente em pé do lado de dentro e de fora.

Quando chegamos não tinha mais mesa, sentamos no balcão mesmo, por isso é bom chegar cedo.

on tap 3

Com esse tanto de torneira, ficamos perdidos sem saber qual pedir. Todos têm o mesmo valor, só varia se é uma pint (pinta como eles dizem) ou meia pint. Experimentamos diversos chopes. Eu dou um destaque para a Red Daniel’s, da cervejaria Duke, uma Irish Red Ale feita com Jack Daniel’s. Uma delícia superalcoólica. Gostosa demais! Eu não sou fã de whisky, mas o aroma e o gostinho amadeirado desse chope me conquistou. Queria trazer, mas só tinha on tap. Ah, lá tem drinks também, mas não experimentei nenhum.

cervezas

Para comer, nós pedimos frango frito com molho de cerveja e de ervas. Estava gostoso, mas, uma coisa que me incomodou em Buenos Aires é a falta de sal na comida. Tive que tacar sal no frango, porque nem o molho o salgava. Fora isso, estava bom. Além de petiscos, eles servem hambúrgueres com batata frita.

on tap 2

Se tiver indo para Buenos Aires, essa casa é uma parada obrigatória. Coloca aí no roteiro e conheça mais das cervejas locais!

Para saber mais: http://www.ontap.com.ar


O Ponto Turístico que escolhi é só uma passada para tirar foto mesmo.

escuela presidente roca2

Quem passa em frente, nem imagina que ali seja uma escola. Mas é sim, nesse templo grego habita uma escola pública primária. A Escuela Presidente Roca foi inaugurada em 1903, como parte de uma ação estatal contra o analfabetismo.

escuela presidente roca

Ela fica ao lado do Teatro Colón. Então é quase uma passagem obrigatória. Vale a pena parar para tirar uma foto.

E os uniformes “a la Chiquititas” que por ali transitam? 🙂

chiquititas

Cerveja Blumenau: Do tour ao bar da fábrica

O Onde Beber Artesanal vai para Blumenau, Santa Catarina.

Se você está indo para Blumenau, agarra essa dica!

Não deixe de conhecer a Cervejaria Blumenau. Ela nos oferece uma experiência completa desde um tour guiado na fábrica à degustação de suas cervejas em um bar próprio.20181012_123739Ela é uma cervejaria nova, sua fábrica foi inaugurada em 20 de setembro de 2016. Hoje, conta com 14 rótulos de cerveja e um licor. É muito estilo diferente.linha-cerveja-blumenauFalando nisso, foi a Cervejaria Blumenau quem fez pela primeira vez o estilo Catharina Sour, estilo que foi catalogada pela Beer Judge Certification Programa (BJPC), respeitada e mais importante instituição internacional de juízes da bebida. Na prática, o Brasil agora tem, oficialmente, o seu primeiro estilo próprio de cerveja, que pode ser julgado em concursos do mundo inteiro.

A Cervejaria Blumenau traz em seu nome o amor pela cidade. Tanto que seu slogan é “Uma cidade apaixonada por cerveja só poderia dar nome a uma cerveja apaixonada por uma cidade.”. E seus rótulos, todos fazem menção a algo da cidade.

Voltando para a cervejaria, nós chegamos bem cedinho para poder fazer a visita na fábrica. Enquanto esperávamos o responsável por nos apresentar a fábrica, degustamos todos, eu disse, todos os rótulos. Fiquei até com medo de já começar a visita alterada…rs. Mas deu tudo certo. Todos atendentes são supersimpáticos.

20181012_091009

Durante a visita, percorremos toda fábrica. O responsável começou falando sobre a história da cervejaria. Em seguida, nos explicou todos os processos de produção das cervejas, desde a seleção dos ingredientes ao envase. A visita durou cerca de 30 minutos.

20181012_092226

Depois da visita, fomos para o bar da fábrica que fica anexado à fábrica.

Bar da Fábrica

20181012_122907

O local: o bar tem uma parte de parede de vidro que tem vista para a fábrica. Tem mesas nesse ambiente ou do lado de fora.

blumenau

Além de muita cerveja e comida boa, por lá, você encontra uma loja da marca. Com cervejas para levar e souvenir como: garrafas, camisas, bonés e outros.


Para beber: O bar serve todos os rótulos da cervejaria. Você fica até perdido, pois são 14 torneiras com todos os estilos. Para tentar te ajuda, o cardápio fala sobre os rótulos e sua descrição sensorial, dá dicas de harmonização para cada cerveja, a temperatura correta de cada e o tipo de copo em que ela deve ser servida.

E não é que eles respeitam cada copo e estilo? As cervejas que pedimos, vieram em seus respectivos copos. Veja aí o que tomamos. Todas muito gotosas!


Para comer: O cardápio tem com comidas típicas alemãs. Só coisa gostosa. Se você gosta muito dessa comida, tem uma opção de pagar um valor fixo e poder comer à vontade, durante o almoço, em um self-service. Por lá tem salsichões, joelho de porco, chucrute (repolho) etc.

20181012_114147.jpg

A experiência é completa. Passamos a manhã toda lá. Ahh, recomendo chegar cedinho, já que por volta das 11h já está bem lotado.

Adorei tudo por lá! Não deixe de colocar a cervejaria em seu roteiro!

20181012_092158

Cervejaria Blumenau
Rua Arnô Deling, 388 – Itoupavazinha
Blumenau /SC
http://www.cervejariablumenau.com.br
@bardacervejablumenau

Brewhouse Gastrobar: Para beber, comer e babar

Atenção: Estabelecimento Fechado Permanentemente

Minha dica de Onde Beber Artesanal de hoje é um lugar muito gostoso.

Estou falando do Brewhouse Gastrobar.

brewhouse 8

O local: O Brewhouse é um lugar que vou com mais frequência, pois gosto bastante de lá. É superaconchegante. Depois da expansão, ficou melhor ainda. Bem espaçoso, com decoração muito linda. Tem mesas dentro do bar para quem gosta de mais privacidade e mesas do lado de fora, para quem gosta de ver o movimento da rua.

É um ambiente para todos: família, casais, turma de amigos e para quem quer ir sozinho também, tomar umas cervejas boas e conhecer gente nova.

brewhouse 7

brewhouse 12

brewhouse 9

Por lá, sempre tem programação diferente com artistas da mpb e do rock. Mas, quando não tem banda, a trilha é o velho e bom rock’n roll.

brewhouse11
Dupla mais rock´n roll: La Bière

Para beber: Aqui, a gente se esbalda. São 15 torneiras de cervejas artesanais produzidas em Minas Gerais e no Brasil, sempre frescas e no barril. Só cerveja boa e de qualidade. Eu não vou nem citar as que já tomei lá, porque foram muitas…rs.

brewhouse-6.jpg

Não vou colocar o valor porque varia, mas as cervejas têm um preço um pouco acima.

Além de poder beber no bar, você tem a opção de encher o growler e levar sua favorita para casa. Tem carta de vinhos também para quem é de vinho.

Uma coisa bacana é que, no site deles, informam as cervejas que estão on tap naquele dia.

Para comer: Aí vêm as novidades. A casa agora conta com um cardápio variado com pratos criados para acompanhar a cerveja nossa de cada dia. Tem Fish and Chips, Mini almôndegas de pernil suíno, Frango com polenta, Filé com fritas, Barriga de porco, Mini hambúrguer, Coxinha de costela, Dadinho de tapioca e Cogumelos com abóbora. Que vai de R$17,90 a R$39,90.

Pedimos esses pratos aí. Todos maravilhosos, bem-feitos, feitos com cuidado. A cozinha está de parabéns!!

​Ah, e lá também tem produtos cervejeiros para comprar. Muitas coisas interessantes como growlers, camisas, aventais, porta garrafas etc.

brewhouse 10brewhousem13

Vale muito a pena a visita. Só trem bom, sô!

Brewhouse Gatrobar
Av. Prudente de Morais, 513 – Santo Antônio
Belo Horizonte – MG
www.brewhouse.com.br
Instagram: @brewhousegastrobar