A temperatura ideal da cerveja

Vamos para mais uma cultura cervejeira nossa que deve ser revista? chopp gelado

Hoje, falarei sobre algo que escutamos desde cedo, principalmente nas propagandas de cerveja: “Cerveja tem que ser estupidamente gelada.”.

A primeira coisa que temos que saber é que a cerveja estupidamente gelada não é de jeito nenhum a temperatura ideal para as cervejas especiais. Pois, nossas papilas gustativas, quando extremamente resfriadas, sofrem uma espécie de anestesia, fazendo com que pouco se sinta os gostos e diferencie sensações no paladar. Então, quanto mais gelada, menos sentimos seu sabor. Ou seja, os valores negativos, não devem ser usados de jeito nenhum. Já que fazem perder todo sabor e até mesmo o aroma da cerveja.

termometroPortanto, se você quer sentir melhor os sabores e aromas da cerveja que você vai tomar, é bom você ficar atento à temperatura dela.

Cada estilo de cerveja tem o resfriamento adequado para que suas características não sejam perdidas (veja aqui sobre estilos). Por isso, ao tomar uma cerveja com a sua temperatura ideal, você perceberá que seu sabor irá ficar mais realçado e você terá uma melhor experiência n ahora da degustação.

Alguns rótulos já vêm indicando a temperatura ideal para aquela cerveja. Portanto, tente respeitar essa indicação.

Então, aí vão algumas faixas de temperaturas e quais os estilos ideias:

  • 2°C a 4°C – São consideradas temperaturas muito geladas, mas não extremas. Ideais para cervejas mais refrescantes como as Pilsner, Witbier, Helles, Kölsh e cervejas sem álcool.
  • 5° C a 7°C – São consideradas bem geladas. Recomendadas para as cervejas mais alcoólicas e complexas, geralmente mais amargas ou com o ABV acima de 6%, como as IPA , Stout, Bock, Weiss e Tripel.
  • 8°C a 12°C – São consideradas geladas. Ideais para as Lagers escuras, Pale Ale, Amber Ale.
  • 12°C a 16°C – Consideradas “temperatura ambiente”. Ideias para cervejas do tipo Ale, mais alcoólicas e licorosa como as Russian Imperial Stout, a maioria das Belgas (incluindo as, Stong Ale, Trapistas, Quadrupel) e as Bocks mais fortes como Eisbock e a Doppelbock.

Em alguns casos, as cervejeiras/geladeiras não aumentam tanto a temperatura. Quando é assim, se a temperatura ideal for mais elevada, recomendo tirar da geladeira antes e esperar um pouco para que ela chegue na temperatura ideal, assim você possa servir. Te garanto que faz toda a diferença.

cerveja-gelada

Agora, se a cerveja for essas industrializadas como Skol, Brhama, Original, Itaipava, pode tomar extremamente gelada, pois o intuito delas não é de proporcionar diferentes sensações, mas apenas refrescar.

Não é fácil controlar a temperatura exata da cerveja. Mas é bom saber que as menos alcoólicas são ideais mais geladas e as mais alcoólicas e complexas, menos geladas.

Em relação àqueles copos/canecas congelados, se for para beber cervejas especiais, fuja deles! Pois, além de tirar o sabor e aromas da cerveja, eles a deixa aguada. Na caneca congelada encontramos partículas de gelo que, em contato com o líquido, se transforma em água. Aí complica, né?!

Agora, se for para beber cerveja comum, manda brasa!

Outback Steakhouse traz o tradicional chopp na caneca congelada para  campanha da marca - Acontecendo Aqui

Oktoberfest: A maior festa da cerveja do mundo

Quando o mês de outubro é associado à cerveja, a gente não pensa em outra coisa que não seja Oktoberfest: a festa cervejeira mais famosa do mundo!

E que tal aprendermos um pouco mais dessa história?
Você sabe como surgiu esta festa tradicional?170613481-wiesn-oktoberfest-jahre-jubilaeumswiesn

Em 1810, o príncipe Ludwig (ou Luís), depois coroado como Luís I da Baviera, casa-se com a princesa Teresa da Saxônia-Hildeburghausen, em 12 de outubro de 1810. Todos os moradores de Munique foram convidados para a festa do casamento.  O evento, durou uma semana e aconteceu em um grande campo perto dos portões da cidade que, depois, foi batizado de Theresienwiese (Campo de Teresa) em homenagem à noiva.  Ainda hoje, é neste mesmo parque que acontece a Oktoberfest de Munique.

O sucesso da festa foi grande, que levou a novas edições todos os anos, sempre em outubro, virando tradição em Munique.

Desde 1872, a festa começa no sábado, depois de 15 de setembro (para aproveitar o resto do calor, já que outubro é frio na Alemanha), às 12 horas, com a tradicional cerimônia de abertura “O’zapft is” que significa “O barril está aberto!”. Essas são as palavras gritadas pelo prefeito de Munique todo ano e indica o exato momento em que se reinicia a festa de casamento celebrada há mais tempo no mundo. Nesse momento, o prefeito fica com um martelo de madeira na mão e com uma torneira. Bate o martelo na torneira em um barril de chope até estourá-lo e o chope sair. Aí sim, todas as cervejarias estão liberadas para começar a servir as cervejas. A festa se encerra duas semanas depois, no primeiro domingo de outubro.

oktoberfest_01928

Curiosamente, a cerveja era proibida nas primeiras edições. A bebida só foi aparecer em 1918, mais de cem anos depois, e virou marca da festa. Hoje, Munique recebe 10 milhões de pessoas que bebem 7 milhões de litros de cerveja a cada Oktoberfest.

Outra curiosidade é que apenas seis fabricantes são autorizados a fornecer a bebida durante a Oktoberfest: Paulaner, Hofbräu, Löwenbräu, Spaten, Hacker-Pschorr e Augustiner. A honraria requer que todos os produtores se enquadrem em dois requisitos básicos: eles têm de respeitar a Lei da Pureza da Bavária, um tratado de regulamentação na produção de cerveja assinado em 1516, e devem concentrar a produção dentro do perímetro urbano de Munique.

Hoje, a cerveja oficial da Oktoberfest é a Festbier. Porém, isso só foi acontecer em 1990. Antes disso, a cerveja oficial era a Marzën.

Aqui, eu conto mais sobre as cervejas oficiais da Oktoberfest.

Cada uma das seis cervejarias tem seu pavilhão próprio na Oktoberfest, cada um com um público específico por tradição mesmo. No total, são 14 tendas/pavilhões. Cada um comporta entre 4 mil a 11 mil pessoas e são erguidos somente para a festa. Ah, e não precisa pagar a entrada na festa, apenas o que consome. Por isso, quando lota, eles fecham os portões. E tem mais, você só pode beber se estiver sentado dentro de alguma tenda. Do lado de fora é proibido beber.

Já ouvi dizer que não é uma festa muito organizada. É muita gente etc. Só indo para saber mesmo.

zelte-hp

oktoberfest

Além da cerveja, a festa é marcada pela gastronomia, música, dança, artes cênicas, parques para as crianças e muita história contada e exaltada por um povo que faz questão de sair às ruas, ainda hoje, com trajes de época.

munich20.jpg

brinde.jpg

As bandas, sempre tocam músicas tradicionais alemãs que agitam todos. De tempo em tempo, é tocado o refrão musical símbolo da Oktoberfest: Ein prosit, ein prosit der gemütlichkeit (um brinde, um brinde ao ambiente acolhedor). Neste momento, todos se levantam, erguem os copos, movimenta-os para os lados e brindam efusivamente, sempre olhando nos olhos dos companheiros, como manda a tradição alemã. Eles brindam sem dó, por isso os copos são de vidros grossos, bem resistentes.

Outra coisa que chama a atenção são as garçonetes que levam as enormes canecas cheias para as mesas. Algumas carregam até 12 de uma vez. Cê besta!

oktober

Com a imigração dos alemães, a festa mais popular da Alemanha espalhou-se pelo planeta. Hoje, existe Oktoberfest em diversos países. A mais famosa do Brasil é a que acontece em Blumenau, Santa Catarina, considerada a segunda maior Oktoberfest do mundo!

Curiosidade atual: Foi aprovado no dia 15 de setembro de 2021, na Espanha, o registro da marca Oktoberfest, solicitada pela prefeitura de Munique, cidade da maior festa de chope do mundo. Essa decisão dá a Munique o poder de restringir legalmente cópias do festival. A medida, aprovada pelo EUIPO (Instituto de Propriedade Intelectual da União Europeia), foi motivada após Dubai anunciar que faria uma festa no mesmo estilo. E que seria a oficial de 2021.

No Brasil

blumenau

Vários estados realizam suas Oktoberfest. Porém, é a de Santa Catarina a mais famosa. A primeira edição aconteceu em 1984, por um motivo trágico. Naquele ano, a região do Vale do Itajaí ficou embaixo d’água devido às enchentes. Com isso, resolveram realizar, em Blumenau, uma edição da festa de Munique para resgatar a autoestima da população e ajudar no reaquecimento da economia. Em poucos anos, tornou-se o maior encontro de cervejeiros do país e uma das festas mais conhecidas entre os brasileiros, amantes ou não da cerveja.

chope metroA Oktoberfest de Blumenau se inspira na original, com bastante cerveja, além dos desfiles de grupos nacionais e internacionais, competições de tiro ao alvo, de cerveja em metro, no qual o candidato precisa beber quase um litro (de cerveja zero álcool) numa só golada e no menor tempo possível, apresentações musicais, paradas de carros alegóricos e gastronomia típica da Bavária. Algumas pessoas, também vão com roupas típicas da Bavária. Inclusive, para quem vai com os trajes conforme exigido pelo festival, tem a entrada liberada gratuitamente. A média é que 700 mil pessoas passem pelo Parque Vila Germânica todos os anos. Ah, e diferente de Munique, aqui a festa acontece em outubro mesmo, dura quase 20 dias e tem diversas marcas de cervejas.

vila-germanica-oktoberfest

A Vila Germânica parece uma cidadezinha, com construções típicas alemãs.

Estive na cidade durante o Oktoberfest de 2018. Veja como foi minha experiência aqui Oktoberfest Blumenau.

Ein Prösit!!!

Cervejas que harmonizam com a Primavera

A primavera é uma estação que eu acredito que seja unanimidade entre as pessoas. Não que ela seja a preferida, mas, eu acredito que todos gostem dela. Conhecida como a estação das flores, ela deixa o clima mais alegre, os dias ficam mais longos e coloridos. Além disso, aquela friaca do inverno vai ficando de lado, e os dias começam a ficar mais quentes, com a temperatura variando entre agradável e alguns dias mais quentes. Todos esses ingredientes juntos nos fazem ter ainda mais vontade de abrir uma cervejinha para relaxar.

Cervejas com notas de frutas, flores, especiarias e cítricas ganham vez na Primavera, além do mais, as cervejas refrescantes harmonizam perfeitamente com as temperaturas que começam a se elevar nessa estação. Porém, não precisam ser cervejas tão leves quanto às indicadas para o verão.

Mas, então, quais estilos vão harmonizar com a primavera?

Para facilitar sua vida, trouxe aqui OITO dicas de cervejas mineiras que combinam com essa estação deliciosa! Mas, se você não é de Minas e não tiver acesso a essas cervejas, foca no estilo que eu deixei destacado em cada cerveja, escolha a cervejaria mais acessível para você e seja feliz!

Anota aí:
–  Abaporu – Cervejaria Verace – Estilo Catharina Sour: leve, refrescante, ácida e leva frutas.
– Lemon – Cervejaria Slod – Estilo American Wheat: destaca pelo sabor e aroma cítricos derivados do uso da casca de limão siciliano em sua receita. Uma cerveja leve e fácil de tomar.
– Áustria Hefe Weizen – Krugbier – Estilo Weiss (Cerveja de Trigo): refrescante, pouco amarga, com aroma remetendo ao cravo e banana. Uma cerveja mais encorpada.
– Berliner – Cervejaria Wäls – Estilo Berliner Wiesse: cerveja refrescante, levemente acidez, feita com frutas vermelhas, hibisco além do aroma de morango e o sabor ácido.
– Session IPA Lagoon – Estilo Session IPA: leve, porém com a presença do lúpulo trazendo notas cítricas marcantes.
– Rancor – Krugbier – Estilo India Pale Ale (IPA): Aromática, refrescante, lupulada e amarga.
– Newbie – Prussia Bier – Estilo New England IPA: A presença do lúpulo é bem intensa e é um pouco mais alcoólica. Há uma explosão de sabores e aromas com presença do cítrico e das frutas tropicais.

Gostou dessas dicas? Vai lá no Insta @cervejeirauai e veja o Reels que eu fiz com essas dicas. Se tiver outras dicas para a estação, manda lá também!

Boa primavera!

A importância da espuma para a cerveja

espuma.jpg

Que tem algumas pessoas que torcem o nariz para o famoso colarinho da cerveja, tem! Mas você sabia que a espuma que forma em cima do líquido não está ali à toa?

A espuma é formada por um mix de componentes que vem do lúpulo, o CO2 (gás carbônico) e as proteínas contidas na cerveja. Portanto, pedir cerveja sem colarinho é um erro, pois você perderá particularidades de uma cerveja.

Venha comigo e veja como a espuma tem funções importantes na cerveja:

– Ajuda a manter a temperatura do líquido no copo por mais tempo;

Desacelera o processo de oxidação da bebida. Por isso, quando um chope é servido sem espuma, o líquido entra em contato com o ar e oxida mais rápido, proporcionando um gosto ruim à cerveja. Assim, os aromas e o sabor da bebida são mantidos.;

– Como já dito, evita o contato do chope ou cerveja com o ar, com isso preserva o aroma original e o gás da cerveja durante mais tempo no copo.

– Através da espuma é possível avaliar a qualidade da cerveja. A espuma deve ser mais clara do que o líquido e brilhante. Uma cerveja que não faz espuma pode estar com problema de carbonatação, prazo de validade vencido ou contaminação. Assim como o excesso de espuma, pode ser sinal de algum erro também.

– De acordo com estudos, a cerveja quando servida com espuma evita aquela sensação de inchaço no estômago que provavelmente você está acostumado a sentir quando toma cerveja, isso acontece porque a cerveja com colarinho quebra as moléculas de gás carbônico, ou seja, ela já chega sem gás no seu estômago.

Fatores que interferem na formação da espuma

weizen-copo

stout

– É importante saber que o volume e a estabilidade dela variam de acordo com o estilo. Por exemplo, as Weiss (cerveja de trigo do estilo alemão) têm uma formação maior de espuma. Já as cervejas mais alcoólicas, como as Porter, têm espumas que não duram por muito tempo. As belgas carregam uma espuma mais cremosa e espessas, já as britânicas possuem o colarinho mais fino.

– Alguns copos são feitos para formar boa espuma, outros não. Como os copos de Weiss que têm o formato que beneficia a formação de muita espuma. Já o pint é feito para não segurar espuma. Copos com bordas e bocas mais estreitas, auxiliam na formação de espuma que irá reter os aromas da cerveja. Veja aqui o post que fiz falando sobre o copo ideal.

– Se você servir a cerveja numa distância maior do copo, vai ter uma formação maior de espuma, também. Assim como, se a cerveja for servida em copo de plástico, dá bastante espuma.

– Copos mal lavados ou com resíduos de detergente, podem afetar na formação da espuma. Copo engordurado também acaba com a espuma. Se você está comendo algo muito gorduroso, estiver de batom ou o copo não estiver bem limpo e seco, pode dissipar a espuma da cerveja. Com isso, fatalmente, independente do copo ou do estilo, você não verá a espuma estabilizar em seu copo.

Mas qual é a quantidade ideal?

O ideal é que a bebida tenha entre um e três dedos de espuma para que você possa aproveitar seus benefícios. Quando passa disso, você acaba bebendo só espuma no primeiro gole. E o ideal é que a quantidade de espuma seja equilibrada com a quantidade de líquido ao colocar na boca.

Agora, se você não é muito fã da espuma, deixe um dedo.

espumaPercebeu como a espuma é essencial para a cerveja e para o chope ou cerveja? Seja para manter a temperatura, sabores e aromas da bebida durante a sua degustação ou até para diminuir a sensação de inchaço, é sempre bom servir seu copo com colarinho. E, quanto às frases que a gente escuta “Espuma no copo é desperdício, ocupa o espaço do chope”, não se preocupe: segundo especialistas, 70% da espuma volta ao estado líquido. Ou seja, vira cerveja ou chope novamente.

Espero que eu tenha te convencido da importância da espuma para a cerveja. Portanto, da próxima vez que for pedir um chope ou servir uma cerveja diga “SIM” ao colarinho!

Nona edição do Burn Experience Festival acontece neste sábado em BH

Evento se consolida como um dos melhores festivais de churrasco do Brasil

A Nona Edição do Burn Experience Festival já tem data definida, 20 de agosto, entre 13 e 20h, na Casa de Retiros São José, localizada no bairro Dom Cabral, um local charmoso, onde foram as últimas edições. O que faz a diferença é o paisagismo incrível do local com quatro mil metros quadrados de jardins, o que torna o espaço perfeito para o conforto dos convidados. Serão 30 estações de churrasco e o festival vai apresentar ao público as melhores delicias da brasa.

Foto: Caricatte/Milk Shake Estúdio

O evento será mais uma vez no formato open bar e open food. Estão inclusos chope, refrigerante, suco e água mineral. Nas estações de churrasco, tem firepit, fogo de chão, varais, grelhas e defumadores. Algumas das opções gastronômicas: pão com linguiça na brasa, varal de cordeiro, churrasco vegetariano, briket, burritos, paella mineira e tropeiro chic, costela de boi e porco, ancho e chorizo, frango com quiabo, fraldinha, pulledpork, varal de porcheta, hambúrgueres, porco a paraguaia, peixes assados na tábua, e claro a rainha do churrasco: picanha. Um búfalo inteiro será assado nesta tarde. Vai ter ainda uma linha de doces para os presentes. As estações serão distribuídas pelo local.

As atrações musicais da próxima edição do Burn já estão definida. A banda Lurex, uma das mais festejadas do evento, com apresentação que homenageia o Queen, já está confirmada. O Rock também vai estar presente com a banda M8. Tem ainda Texas Radio com o melhor da country music e folk. Quem gosta de sertanejo tem suas atrações também com o cantor Pablo Martinelli além da dupla Vitor e Guilherme.

Confira a programação das bandas:
Palco Burn
14h30min: Vitor e Guilherme
16h30min: Texas Radio
18h20min: Lurex

Palco Arena
15h30min: M8
17h45min: Pablo Martinelli

IX Burn Experience 
Sábado: 20 de agosto
Horário: das 13h às 20h
Endereço: Avenida Itaú, 475 (www.casaderetirossaojose.com.br)
Vendas pelo www.centraldoseventos.com.br ou pela loja física no Empório Santa Isabel (Av. Ressaca 402, Coração Eucarístico)
Instagram: http://www.instagram.com/burnexperience

Cervejaria Artéza aposta em cervejas de fabricação própria e novidades no cardápio

Jarret suíno, tábua mista e chamuça de camarão são destaques

A Cervejaria Artéza se destaca pelos seus estilos de cervejas especiais e mantém na sua unidade do Prado um tapping sempre abastecido de estilos já referendados pelo público pela sua qualidade. A casa também vem investindo e ampliando seu cardápio gastronômico, desenvolvido para acompanhar tanta cerveja maravilhosa.

São três novos pratos no seu cardápio, como a panturrilha de porco, ou jarret suíno, com mandioca e manteiga de garrafa. Um corte charmoso, carnudo, que já está fazendo sucesso na casa. Tem ainda a Tábua Mista com ancho, peito de frango, linguiça calabresa, queijo coalho, pimentões coloridos e cebola grelhados. Acompanha o delicioso molho agridoce sweet chilli.

Outra novidade é a chamuça de camarão, uma iguaria indiana que é um dos preparados mais tradicionais do sul da Ásia. É um pastel triangular feito, no nosso caso, com massa de rolinho primavera e recheio de camarão. A porção vem com 15 pasteis. Acompanha o delicioso molho agridoce sweet chill.

No tepping, 16 estilos estarão disponíveis aos clientes, todos de fabricação própria. Os destaques são a Jack Porter, cerveja maturada em lascas de carvalho francês com adição do whisky Jack Daniels. Uma edição limitada. E a GoiAPA, que é uma APA com polpa de goiaba fresca. Além disso, há a Pilsen, Munich Helles, Belgian Pale Ale, American Wheat, Juliana Sour Catharina Sour, Vienna Lager, Brown Lager, Irish Red Ale,Pale Ale Irlandesa, Session IPA, American IPA, Bruto Imperial stout.

Todo o cardápio foi pensado para ser a melhor cia para as cervejas. Entre os destaques estão os palitos crocantes de queijo coalho, empanados na farinha panko, acompanhados de geleia de goiaba picante. A clássica picanha grelhada, com batata frita e molho chimichurri, não poderia faltar. E ainda, a panceta crocante, que é a barriga de porco crocante acompanhada chips de batata doce e maionese de limão siciliano. Outra boa opção é o ancho grelhado com molho chimichurri e batata frita. A Onion Rings da casa vem numa Torre de Cebolas empanadas e crocantes, acompanhadas de três molhos. O galeto grelhado é outra boa pedida e vem com molho de cebola, manteiga, pimenta verde e batatas fritas. O Pulled Pork vem num rolinho crocante de carne de porco defumada com páprica picante, acompanha molho cheddar e molho barbacue. São 10 unidades por R$ 23,90. Tem também a costelinha com barbacue com batatas fritas. Já a tilápia é empanada no fubá e vem guarnecida de fritas e maionese de limão. Tem ainda um delicioso espetinho de frango com queijo, acompanhado de maionese e barbecue.

A casa tem um menu especial para hambúrgueres e cachorros quentes gourmets. Um dele é o EGG, com pão artesanal, 100 gramas de hambúrguer bovino, ovo, molho cheddar, e barbecue. O Old Schoolé montado num pão de brioche, com 150 gramas de hambúrguer bovino, cebola caramelizada, bacon fatiado, molho cheddar e barbacue. Já o Smoked vem no pão artesanal, 150 gramas de hambúrguer bovino defumado, chips de cebola, molho de queijo e bacon em tiras. O Divine tem pão australiano, 150 gramas de hambúrguer bovino, cebola caramelizada e defumada, bacon fatiado, molho cheddar, onion ring e ovo.

Nos cachorros quentes, boas opções. Tem o Hot Dog Vira Lata, que tem pão de hot dog, salsicha, cebola crispy, molho de maionese, cheddar e barbecue. Já o Pinscher tem pão de hot dog, linguiça fininha defumada, molho de queijo, barbecue, batata palha. O Rotweiler também tem pão de hot dog, linguiça fininha defumada, molho de maionese com páprica, cebola crispy e bacon assado. Todos acompanham batatas fritas clássicas ou chips. A casa também tem uma carta de drinks com os clássicos da coquetelaria.

Sobre a Artéza:

A Artéza é uma cerveja artesanal fundada há seis anos que utiliza apenas ingredientes nobres em seu processo de produção. Recebeu esse nome por ser um produto totalmente caseiro e natural, isto é, artesanal em todos os sentidos da palavra. Inicialmente, as receitas da Artéza foram desenvolvidas para serem degustadas apenas em reuniões de família. Em pouco tempo, amigos e colegas também passaram a demonstrar apreço e, consequentemente, veio a necessidade de se profissionalizar, a fim de tornar a Artéza um produto para todos degustarem a apreciarem. Desde 2019, uma charmosa casa no Prado virou um reduto cervejeiro de Belo Horizonte e point perfeito para todos os amantes de uma boa breja artesanal.

Eu já falei sobre a casa aqui – Espaço Artéza: um espaço para se sentir em casa com cerveja em BH

O bar é um empreendimento de Marlos Pires Gonçalves, sócio da Cervejaria Artéza. “Este nosso projeto visa disseminar, popularizar a cultura cervejeira e oferece ao público uma boa variedade de cervejas e chopes artesanais a preços justos e também uma cozinha toda feita à mão”, comenta Marlos Pires. O local possui uma decoração mais rústica e eclética, com ambientes internos e externos e até mesmo um carro antigo como parte do cenário. Trata-se de um espaço criado no fundo do quintal de uma clássica residência do Bairro Prado. A entrada da garagem se transformou em um espaço destinado à exposição de obras de arte. Logo em seguida, as pessoas dão de cara com a frente clássica de uma  Kombi da década de 80, transformada em caixa do estabelecimento. Outro ambiente do bar é a área aberta, toda gramada, onde é possível estender toalhas para observar o céu, durante o dia ou à noite, ou mesmo ficar embaixo de um guarda sol.

Agora, essa proposta chega a Contagem também.

Espaço Artéza Prado BH
Endereço:
 Rua Cuiabá, 302 – Bairro Prado – BH
Mais informações: (31) 985111692
Instagram: https://www.instagram.com/cervejaarteza/
Funcionamento:de segunda a sexta das 17h até meia noite. Sábado, domingo e feriado, das 11h até meia noite.
Formas de pagamento: aceita dinheiro, cartões de crédito e débito
A casa está no iFood.

Mr. Hoppy Beer & Burger Prado: chope, burger e música boa!

A Dica de Onde Beber Artesanal de hoje tem chope, tem drink, tem petisco, tem hambúrguer e tem música boa. Precisa de mais alguma coisa?

O Mr. Hoppy Beer & Burger Prado está localizado em um bairro tradicional e boêmio de BH. O esquema da casa é “pagou – levou”, para, assim, conseguir praticar preços mais acessíveis. São poucos garçons, que estão ali apenas para fazer a entrega dos pedidos de comidas. O cliente deve ir até o balcão e, no caso da cerveja, pagar e já levar, e, no caso da comida, pagar e levar uma plaquinha para que seja identificado pelo garçom que a entregará.

Tudo funciona e os pedidos saem bem rápido.

O local

A casa é bem grande, tem a capacidade para 100 pessoas. São vários espaços que se interligam, tanto do lado de dentro quanto na calçada, espaços abertos e fechados. Todos ambientes com decorações descontraídas, com som ambiente ou ao vivo tocando o melhor do rock ou blues.

Para beber

São oito torneiras com diversos estilos de chope artesanal mineiro. No dia que fui tinha Pilsen da Verace, IPA e Session IPA da Cervejaria BH, English Pale Ale e a APA da Cervejaria Küd e American Wheat e Amber Lager da Slod. Tomei alguns e gostei de todos, muito fresquinhos e na temperatura certa. Os valores variam de R$8 a R$17 de 330ml e R$10 a R$20 os de 440ml.

Além de chope a casa está com uma parceria com o Gin Vanfall e oferece um drink muito gostoso o Vanfall Fizz (R$15). Além dele, têm outros drinks com gin e vodka.  Com valores de R$13 a R$25.

Gin Vanfall – Vanfall Frizz

Para comer

O cardápio é enxuto. Contém petiscos com opções de batatas fritas com diferentes coberturas, Onion Rings e várias opções de hambúrgueres. E para sobremesa, Churros.

Nós fomos de: Rustic Fries (Batatas Rusticas – R$15)

Rustic Fries

The Lord of Onion Rings (Anéis de cebola empanados com molho barbecue – R$ 14);

 Classic Salad Burger (Pão, hambúrguer de carne ou vegetariano, maionese, rúcula, cebola roxa, tomate e queijo mozzarella – R$14)

Hoppy Melt (Pão, hambúrguer de carne ou vegetariano, maionese, cheddar derretido coberto por cubos de bacon crocante – R$16).

Barbie Kill (Pão, hambúrguer de carne ou vegetariano, maionese, queijo mozzarella, molho barbecue secreto coberto com cebola crispy – R$16) .

Mini Churros Dona Florinda (Porção de mini churros recheados com doce de leite – R$17)

Os valores dos comes vai de R$10 a R$19.

Adorei conhecer essa unidade (eles contam com outra no bairro Sion, que ainda não conheço. Com certeza, voltarei mais vezes. Com um ambiente gostoso, música ao vivo, atendimento excelente, chope fresco e tira-gostos rápidos não tem como não gostar.

Mr. Hoppy Beer & Burger – Prado
Avenida Francisca Sá, 430
Bairro Prado – Belo Horizonte/MG
Funcionamento: Terça a domingo, a partir das 17h
Instagram: @mrhoppybhprado

Heilige Lourdes: um ponto de encontro de cervejeiros no coração de BH 

Fechado permanente

A dica de Onde Beber Artesanal de hoje fica atrás de um dos principais pontos turísticos de BH, a Praça da Liberdade. 

Eu estou falando do Heilige Pocket do bairro de Lourdes. 

Com uma decoração moderna e um espaço aconchegante a casa conta com ambiente interno e externo. Na parte de fora, para quem gosta de observar o movimento da rua, ficam mesas e cadeiras na calçada. Já para quem gosta de um ambiente mais intimista, o ambiente interno é o ideal. 

Além das mesas e cadeiras para sentar e tomar umas, com som ambiente agradável, no espaço encontra-se uma lojinha de souvenir, com roupas, acessórios e cervejas de garrafa da marca. Tem também um bebedouro, onde você pode servir água à vontade, e a estrela da casa: a parede com as torneiras! 

Para beber 

A casa conta com 10 torneiras com os mais variados estilos, indo da Pilsen, passando por American Pale Ale e Barley Wine. Todos chopes de fabricação própria da Cervejaria Heilige. 

Como você tem a opção de colocar a quantidade que você que no copo, experimentei um pouco alguns. Todos redondinhos, frescos e excelentes! Destaque para o chope Belgian Trippel que estava divino. 

O esquema lá é autosserviço. Você baixa o aplicativo Heilige Pocket e coloca a quantidade de créditos. Escolhe o estilo. Com esse mesmo aplicativo, através do QR Code, você libera a torneira, ela destrava e você pode servir a quantidade que desejar. Os créditos não expiram, você pode voltar quantas vezes quiser na mesma unidade para gastar. Liberdade é tudo, meus amigos! 

Mas, se tiver alguma dúvida, é só chamar o Francisco que ele te ajuda, dando dicas de cervejas e ensinando a tirar o chope da forma correta.  

Para comer 

O pub não conta com cozinha. Porém, eles pedem pratos dos restaurantes vizinhos que chega bem rápido e quentinho. Em alguns sábados, a casa conta com a presença do Pit Smoker do Assacabarasa. Uma espécie de food truck que serve pratos com carnes defumadas.

Pit Smoker Assacabrasa

No dia em que fui conhecer a casa, estava sendo servidas carnes defumadas com batata frita e mini hamburger que estavam sensacionais. 

Eu adorei tudo na casa, o atendimento, o ambiente, os chopes frescos e os pratos servidos. Com certeza voltarei mais vezes. Para você que quer conhecer uma casa nova ou que esteja passeando nas redondezas da Savassi, Praça da Liberdade, não deixe de fazer um pit stop lá. Garanto que vai gostar.   

Heilige Pocket Lourdes 
Rua da Bahia, 1880 – Lourdes
Belo Horizonte – MG 
Instagram: @heiligepocketbh.lourdes 

Obs: A Heilige é uma marca de cerveja artesanal do Rio Grande do Sul, há mais de 10 anos no mercado e presente no varejo em 18 estados. Em BH, a cervejaria possui duas unidades. Já falei sobre a unidade do bairro Buritis aqui também. Confira aqui: Heilige Pocket Buritis

Heilige Pocket: Artesanal do Sul direto para BH

Fechado permanente. Agora, lá, funciona o Éden Cervejeiro Slod.

A dica de Onde Beber Artesanal de hoje é de uma casa que abriu recentemente aqui em Belo Horiozonte, no bairro Buritis.

Eu estou falando da Heilige Pocket, que foi inaugurada em outubro deste ano. O espaço é uma franquia da Cervejaria Heilige (lê-se Railiguê), uma marca de cerveja artesanal do Rio Grande do Sul, há mais de 10 anos no mercado e presente no varejo em 18 estados.

O local: O espaço da casa não é grande, mas tudo lá dentro é bem distribuído e a decoração é de muito bom gosto. As mesas são mais altas, com banquetas e ficam tanto na parte interna quanto na parte externa. Então, se gosta de lugar mais aconchegante, lá dentro é ideal. Se gosta de ver a rua, gente passando, tem espaço na calçada.

Para beber: O novo point oferece 10 torneiras, com cervejas da casa somente. A marca conta, hoje, com 16 estilos variados de cerveja, indo da Pilsen à Barley Wine. Esses estilos vão variar nessas 10 torneiras. Quando estive lá, tinha Pilsen, Red Ale, Witbier, Pale Ale, Oktoberfest, Weissbier, Session IPA, Bohemian Pilsner, Double Red Ale e Porter. Tem para todos os gostos, desde cervejas mais leves à mais intensas.

Mas, se tiver dúvidas, não se preocupe! O Gabriel, que estava no atendimento, é super solicito, educado e te dá a dica da cerveja ideal.

Experimentei um pouco de quase todos os estilos e deixo aqui meu destaque para a Double Red Ale, uma cerveja bem intensa, o lúpulo está bem presente, que vem equilibrado pelo toffe e caramelo também intenso. Excelente cerveja! IBU: 55 e ABV:7%. As demais cervejas estavam todas dentro do estilo.

heilge
Witbier
Double Red Ale
Porter

O serviço na casa é de autoatendimento. Tanto que as torneiras ficam no meio do salão, com os copos embaixo para que você mesmo pegue e sirva. Para se servir, é preciso baixar o aplicativo Heilige Pocket, liberar a torneira escolhida através de um QR Code e servir a quantidade que desejar. O cliente pode salvar um cartão de crédito para pagamentos futuros ou colocar crédito em dinheiro no caixa do Pocket, de acordo com sua preferência. O valor da cerveja é fixado em 100ml.

A mais barata era a Pilsen: R$4,25 – 100ml e a mais cara era a Session IPA R$5,21 – 100ml. A medida que você vai colocando no copo, vai retirando os créditos do cartão. A vantagem desse método é que você pode tomar um pouco de cada.

Além das cervejas no barril, a casa vende também suas cervejas em garrafa.

Para comer: A casa não serve comidas. Porém, como ela fica localizada em umcentro comercial (Centro Comercial Riviera), uma espécie de praça de alimentação ao ar livre, você pode pedir qualquer prato, de qualquer casa, que será servido em sua mesa, no Pocket. Eles levam o cardápio para você.

As opções eram: espetinhos, pasteis e tira-gostos variados. Nós fomos de tira-gosto. Pedimos um filé com fritas e fígado acebolado

Eu adorei conhecer esse novo espaço. Além da receptividade, todos os chopes estavam excelentes, na temperatura certa! As opções de tira-gostos no entorno e o espaço externo arejado são, tambpem, alguns dos atrativos. Agradeço ao Gustavo, dono do estabelecimento, pelo convite e com certeza voltarei mais vezes!

Serviço:
Heilige Pocket Belo Horizonte
Endereço: Rua Eli Seabra Filho, 510 – Buritis – Belo Horizonte
Horário de funcionamento: Terça à sexta, das 17h às 23h e sábados das 16h às 23h.
Instagram: @heiligepocketbh.buritis

Clique aqui para ver o post relacionado e curta!

Growler: O que é? Para que serve?

growler-cervejeira.jpg

O growler nada mais é que um recipiente usado para levar para casa aquele chope fresquinho que você tanto gosta mas que só acha nas torneiras das fábricas ou em lojas /bares especializados, que contam com torneiras de chopes especiais/artesanais.

Eles podem ser de plástico, de vidro, de inox ou de cerâmica.

O growler de plástico é ideal apenas se você for beber o chope logo depois da compra. Pois, o plástico altera o sabor da bebida. Então não dá pra ficar guardado na geladeira. O de inox ou de cerâmica são os melhores, pois a luz externa não afeta o líquido no interior da garrafa, conservando-o exatamente como saiu da fábrica, mas são caros.

O mais comum e recomendado, devido o seu custo/benefício, é o de vidro, pois,  não é caro como o de inox e de cerâmica, não afeta o líquido como o de plástico e consegue conservar o líquido por um tempo maior que o de plástico. Fica atrás do de cerâmica e Inox só porque  deixa passar algo de luz.

growlers

A tampa, normalmente, é de pressão ou de rosca com vedação em silicone para evitar a perda de gás do chope.

O chope no growler , dependendo do material que é feito, do método de enchimento e da armazenagem, tem uma validade de até 10 dias.  Após aberto deve ser consumido em 24hrs.

Um cuidado que deve ser levado em consideração é a limpeza do growler antes de ser levado para reabastecer. Ele deve ser muito bem higienizado e bem enxaguado, além disso ele deve estar bem seco.

drink-local-growler-splash

Nele, comporta qualquer tipo de chope: desde os mais leves e refrescantes, até os mais fortes e encorpadas. O legal é você poder ter em sua casa chope fresquinho para tomar a qualquer hora.

Você já tem o seu? Qual tipo você prefere?

Curiosidade

Tem duas lendas que explicam o nome growler. Uma é que, nos Estados Unidos, as crianças que buscavam os chopes para os pais em baldes ou jarras, como esses recipientes era sem jeito de levar, elas acabavam deixando parte do líquido cair pelo caminho. Quando isso acontecia, os pais rosnavam. Rosnar em inglês é growl.

Outra história diz que o nome growler surgiu como referência ao barulho que o gás carbônico da cerveja faz quando o líquido é agitado. Esse barulho lembrava o rosnar de um cachorro. Rosnar = growl.