#TBT: Stout no Toro de Hierro – Jardin Botanico (Buenos Aires)

toro de hierro

Como eu gosto de Stout, essa pretinha está por aqui direto, inclusive no #tbt.

Essa é a BlackMoon, uma Stout da Cerveza Buko (Argentina), que tomei na Toro de Hierro, em Buneos Aires. Tem o sabor tostado e notas de café. Bem sedosa devido à adição de aveia. Já o amargor é moderado. Feito com maltes alemães e lúpulo alemão e esloveno.

20180415_032450


O prato de hoje eu comi no mesmo bar. Um Choripan com parrilla com queijo e molho chimichurri, acompanhado com batatas rústicas.

choripan

cerveteca odin

A parrilla é feita no meio do bar. Achei o lugar bem diferentão. Bacana.

palermo

parrilla


O ponto turístico que escolhi, hoje, foi o Jardim Botânico de Buenos Aires.

20180412_110208

Um lugar excelente para descansar, passear e respirar ar puro, longe daquela confusão do centro.

20180412_110447

O jardim fica em Palermo. Por lá encontramos muito verde.

São vários jardins de diferentes estilos. Tem jardim romano, francês e jardim de estilo oriental, onde podemos encontrar espécies típicas dessas regiões.

São 6 mil espécies vegetais que ocupam seus mais de 7 hectares de área. É tão arborizado que faz até frio lá dentro.

20180412_114024

Além do verde, o jardim conta com obras de arte, como esculturas, bustos e monumentos. 

20180412_113824

Lá, fica a mansão de estilo inglês que serviu de moradia para Carlos Thays e sua família durante anos e hoje abriga mostras de arte temporárias e oficinas.

20180412_111643

Carlos foi diretor de Passeios da Cidade de Buenos Aires no período de 1891 a 1913 e responsável por importantes e variados projetos de novas áreas verdes na capital portenha.

 

#TBT: Taberna Odin – Jardim Japones (Buenos Aires)

O #tbt de hoje, não vai ser de uma cerveja de Buenos Aires, mas de um lugar muito louco que conheci, que tinha cerveja especial do mundo inteiro: O Taberna Odin.

20180414_225111

Esse é o tipo de lugar que você sabe como chegar, mas não sabe como sair. Ou você lembra como chegou e não lembra como saiu. Nó!

É uma cervejaria artesanal em Palermo, Buenos Aires. É uma casa badalada, lotada, com rock no talo e pessoas tomando cerveja aos montes.

taberna odin

O lugar é bem escuro, percebe-se pelas fotos. Com decoração bem diferente, com caveiras, cabeça de touro, paredes descascadas… tudo bem bizarro, mas que faziam sentido.

A casa tem uma grande variedade de cervejas artesanais. São mais de 150 rótulos de cervejas importadas, em lata ou garrafa. Além das 13 biqueiras com chopes locais e importados como Warsteiner e Adnams.

taberna odin

Nós tomamos alguns chopes locais e algumas importadas.

cerveza importada

Além disso, a casa joga pesado na divulgação da Jagermeister. E tem outras bebidas como uísque, licores e destilados.

Jägermeister

Para comer, a variedade também é grande. Tem pizza, hambúrgueres, nachos, tira-gostos e batatas de todo jeito. Não comemos lá, pois eu estava super incomodada com os homens que dividiam a mesa com a gente. Fumavam um cigarro atrás do outro. E eu já tinha perdido meu olfato por causa deles.

20180415_001406

A casa é ótima. Voltaria lá fácil. A única coisa que me incomodou foi isso, poder fumar dentro da casa. Saímos defumados. E como a casa estava lotada, não dava para trocar de mesa.


O ponto turístico deste #tbt é o Jardim Japonês. Para mim, um dos lugares mais bonitos que fui em Buenos Aires.

jardin japones

20180414_101827

Que paz! Será que no Japão é assim?

20180414_103851

O Jardim Japonês foi construído, em 1967, com a ajuda da comunidade japonesa de Buenos Aires para a visita do príncipe Akihito e da princesa Michiko.

Localizado no bairro Palermo, o jardim contém um prédio no qual funcionam um centro de atividades culturais, um restaurante, um viveiro (onde é possível comprar bonsais) e uma tenda de artigos japonês variados.

20180414_112854

O espaço externo (que é a atração principal) é muito arborizado, tem muito verde, um lago com peixes grande e coloridos, que podem ser alimentados, além de espaço para meditação.

jardim japones

As pontes para atravessar o lago dão um charme à parte. E dali saem ótimas fotos. Tiramos umas 70…rs.

20180414_110019

É cada detalhe! Inclusive, pelo caminho, foram espalhadas caixas de som com músicas relaxantes. Tudo é lindo e muito bem cuidado.

20180414_100307

O parque é perfeito para quem quer fazer um passeio, admirando a paisagem e descansando do agito da cidade. Passamos uma manhã de paz!

20180414_101644

20180414_102949

20180414_102113

 

#TBT: Cerveza Antares – Plazas Buenos Aires

kolsh-antares.jpg

O #tbt de hoje é com essa cervejaria artesanal argentina: a Cerveza Antares, que nasceu em Mar del Plata, em 1998, e está muito presente em Buenos Aires. Todo lugar que fui na capital, ela estava presente.

Atualmente, a cervejaria Antares ocupa a posição de liderança no mercado de cervejas artesanais na Argentina. Já está sendo exportada, inclusive, para o Brasil.

antares

A variedade de estilo deles é enorme. Vai das clássicas como Pilsen, Kölsh e Porter, às especiais como a Barley Wine e a Russian Imperial Stout. Têm algumas envelhecidas e outras sazonais. Ou seja, eles estão bem avançados quando o assunto é variedade.

Outra curiosidade: Eles fizeram a primeira cerveja argentina com água do mar. Pode isso, produção?

O nome Antares se refere à estrela mais brilhante da constelação de Escorpião, usada por séculos por navegadores de alto mar para guiar seus destinos. Que é o significado da cerveja para seus proprietários.

Além das duas fábricas, eles possuem 53 franquias. Penso que essas franquias seriam bares que levam o nome da cervejaria.

Eu estive na unidade de Palermo, em Buenos Aires.

cerveza antares

Com um espaço enorme, uma decoração bem moderna, remetendo à moda cervejeira e roqueira.

antares

20180412_011017

Achei linda a chopeira com aquelas 10 biqueiras gritando “me chama!”.

chope antares

Em baixo da chopeira, as portas do freezer com o rótulo das cervejas e, atrás, os fermentadores de inox deram um charme a mais. Muito bem planejado.

20180412_010824

stout-antares.jpgNo cardápio, haviam 12 chopes da  Antares, ou seja, para se perder. Então fui nos estilos que gostava mais como a Kölsh e a Stout. Os chopes são muito bem feitos. Deliciosos! Experimentei a IPA também. As IPAs argentinas não são tão amargas quanto as daqui. Me agradaram…rs

Para comer, era opção que não acabava mais. Desde petiscos à sanduíches e pizzas.

Nós pedimos almondegas com rúcula e pomarola porter; queijo frito, que também tinha rúcula e massa de tomate.; mexilhões gratinados; e empanadas de carne picante, que também vinha com rúcula. Que coisa, né? Nunca comi tanta rúcula em um bar! Aliás, nunca comi rúcula em bar. Mas tava valendo!

comida antares


Os pontos turísticos de hoje são duas lindas praças de Buenos Aires.

A Plaza Libertador General San Martín é uma enorme praça, com muita árvore, muito verde, que fica na região central de Buenos Aires.

plaza libertador san martin

plaza san martin

No meio da praça tem um monumento em homenagem ao General José de San Martín, herói nacional responsável por campanhas decisivas para a libertação argentina do domínio espanhol, além do Monumento a los Caídos, memorial aos soldados mortos na Guerra das Malvinas de uma escultura de mármore que representa um jovem em atitude de dúvida perante a bíblia: La Duda (A Dúvida).

20180411_172902

plaza libertador san martin 2

Por lá, ficam diversas pessoas, sentadas nas gramas, nos bancos passando o tempo. É uma delícia.

plaza libertador

Em frente à praça, fica a Torre Monumental (Torre de los Ingleses). Um monumento doado por residentes britânicos na Argentina por ocasião do centenário do primeiro governo de origem, em 1910.

torre

O relógio é uma versão menor do Big Ben, localizado na sede do Parlamento britânico, em Londres. Dá para subir na Torre e ter uma visão linda dos arredores. Mas não subimos.

O outro ponto é a Plaza Alemania. Uma praça grande e linda! Que dá vontade de ficar lá para sempre. Parece realmente, os bosques de Berlim.

plaza alemania

plaza alemania 2

No centro dela, fica a fonte “Riqueza Agropecuária Argentina”, doada pela comunidade alemã, em 1910.

buenos aires

Tudo lindo!

plaza

 

#TBT: On Tap Craft Beer – Escuela Presidente Roca (Buenas Aires)

No #tbt de hoje eu não vou falar de uma cerveja mas de uma cervejaria em Buenos Aires muito descolada e com chope artesanal para mais de metro!

on tap 1

É a On Tap Craft Beer, uma cervejaria que oferece 20 rótulos de cervejas artesanais a maioria da argentina e uma ou outra de fora. A On Tap tem dez, eu disse 10, unidades espalhadas por Buenos Aires. É coisa demais. Eu fui na de Palermo.

on tap craft beer

O local é pequeno, tem mesas dentro, cadeiras no balcão e mesas do lado de fora. Além de um mesão central compartilhada, onde tem um telão com futebol passando.

O público é bem jovem e animado. E, como na maioria dos pubs de Buenos Aires, eles têm o esquema de Happy Hour. Em um intervalo de tempo, os chopes ficam mais baratos. Assim, a casa fica lotada!

on tap buneos aires

O esquema lá é pagou, pegou a ficha e retirou no balcão. Talvez para não perderem o controle já que a casa fica cheia e muita gente em pé do lado de dentro e de fora.

Quando chegamos não tinha mais mesa, sentamos no balcão mesmo, por isso é bom chegar cedo.

on tap 3

Com esse tanto de torneira, ficamos perdidos sem saber qual pedir. Todos têm o mesmo valor, só varia se é uma pint (pinta como eles dizem) ou meia pint. Experimentamos diversos chopes. Eu dou um destaque para a Red Daniel’s, da cervejaria Duke, uma Irish Red Ale feita com Jack Daniel’s. Uma delícia superalcoólica. Gostosa demais! Eu não sou fã de whisky, mas o aroma e o gostinho amadeirado desse chope me conquistou. Queria trazer, mas só tinha on tap. Ah, lá tem drinks também, mas não experimentei nenhum.

cervezas

Para comer, nós pedimos frango frito com molho de cerveja e de ervas. Estava gostoso, mas, uma coisa que me incomodou em Buenos Aires é a falta de sal na comida. Tive que tacar sal no frango, porque nem o molho o salgava. Fora isso, estava bom. Além de petiscos, eles servem hambúrgueres com batata frita.

on tap 2

Se tiver indo para Buenos Aires, essa casa é uma parada obrigatória. Coloca aí no roteiro e conheça mais das cervejas locais!

Para saber mais: http://www.ontap.com.ar


O Ponto Turístico que escolhi é só uma passada para tirar foto mesmo.

escuela presidente roca2

Quem passa em frente, nem imagina que ali seja uma escola. Mas é sim, nesse templo grego habita uma escola pública primária. A Escuela Presidente Roca foi inaugurada em 1903, como parte de uma ação estatal contra o analfabetismo.

escuela presidente roca

Ela fica ao lado do Teatro Colón. Então é quase uma passagem obrigatória. Vale a pena parar para tirar uma foto.

E os uniformes “a la Chiquititas” que por ali transitam? 🙂

chiquititas