Heilige Pocket: Artesanal do Sul direto para BH

A dica de Onde Beber Artesanal de hoje é de uma casa que abriu recentemente aqui em Belo Horiozonte, no bairro Buritis.

Eu estou falando da Heilige Pocket, que foi inaugurada em outubro deste ano. O espaço é uma franquia da Cervejaria Heilige (lê-se Railiguê), uma marca de cerveja artesanal do Rio Grande do Sul, há mais de 10 anos no mercado e presente no varejo em 18 estados.

O local: O espaço da casa não é grande, mas tudo lá dentro é bem distribuído e a decoração é de muito bom gosto. As mesas são mais altas, com banquetas e ficam tanto na parte interna quanto na parte externa. Então, se gosta de lugar mais aconchegante, lá dentro é ideal. Se gosta de ver a rua, gente passando, tem espaço na calçada.

Para beber: O novo point oferece 10 torneiras, com cervejas da casa somente. A marca conta, hoje, com 16 estilos variados de cerveja, indo da Pilsen à Barley Wine. Esses estilos vão variar nessas 10 torneiras. Quando estive lá, tinha Pilsen, Red Ale, Witbier, Pale Ale, Oktoberfest, Weissbier, Session IPA, Bohemian Pilsner, Double Red Ale e Porter. Tem para todos os gostos, desde cervejas mais leves à mais intensas.

Mas, se tiver dúvidas, não se preocupe! O Gabriel, que estava no atendimento, é super solicito, educado e te dá a dica da cerveja ideal.

Experimentei um pouco de quase todos os estilos e deixo aqui meu destaque para a Double Red Ale, uma cerveja bem intensa, o lúpulo está bem presente, que vem equilibrado pelo toffe e caramelo também intenso. Excelente cerveja! IBU: 55 e ABV:7%. As demais cervejas estavam todas dentro do estilo.

heilge
Witbier
Double Red Ale
Porter

O serviço na casa é de autoatendimento. Tanto que as torneiras ficam no meio do salão, com os copos embaixo para que você mesmo pegue e sirva. Para se servir, é preciso baixar o aplicativo Heilige Pocket, liberar a torneira escolhida através de um QR Code e servir a quantidade que desejar. O cliente pode salvar um cartão de crédito para pagamentos futuros ou colocar crédito em dinheiro no caixa do Pocket, de acordo com sua preferência. O valor da cerveja é fixado em 100ml.

A mais barata era a Pilsen: R$4,25 – 100ml e a mais cara era a Session IPA R$5,21 – 100ml. A medida que você vai colocando no copo, vai retirando os créditos do cartão. A vantagem desse método é que você pode tomar um pouco de cada.

Além das cervejas no barril, a casa vende também suas cervejas em garrafa.

Para comer: A casa não serve comidas. Porém, como ela fica localizada em umcentro comercial (Centro Comercial Riviera), uma espécie de praça de alimentação ao ar livre, você pode pedir qualquer prato, de qualquer casa, que será servido em sua mesa, no Pocket. Eles levam o cardápio para você.

As opções eram: espetinhos, pasteis e tira-gostos variados. Nós fomos de tira-gosto. Pedimos um filé com fritas e fígado acebolado

Eu adorei conhecer esse novo espaço. Além da receptividade, todos os chopes estavam excelentes, na temperatura certa! As opções de tira-gostos no entorno e o espaço externo arejado são, tambpem, alguns dos atrativos. Agradeço ao Gustavo, dono do estabelecimento, pelo convite e com certeza voltarei mais vezes!

Serviço:
Heilige Pocket Belo Horizonte
Endereço: Rua Eli Seabra Filho, 510 – Buritis – Belo Horizonte
Horário de funcionamento: Terça à sexta, das 17h às 23h e sábados das 16h às 23h.
Instagram: @heiligepocketbh.buritis

Clique aqui para ver o post relacionado e curta!

Você sabe o que é cervejaria cigana?

Antes de começar a falar sobre o que é uma cervejaria cigana é preciso saber que para comercializar uma cerveja artesanal é preciso que a fábrica onde é produzida a cerveja seja registrada no MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento). Só depois do cadastro, da inspeção e da aprovação do MAPA, que a fábrica obtém o registro e a cervejaria pode começar a vender suas cervejas. Cada produto também tem que ser registrado. Ou seja, se a cerveja que você está tomando não consta esse registro no rótulo, ela não tem autorização para ser vendida.

Algumas cervejarias optam por não ter uma fábrica própria, já que, para produzir em uma cervejaria de terceiros, o investimento inicial é mais baixo do que abrir uma cervejaria com fábrica própria com todos os equipamentos, construções e burocracias envolvidos.

Aí entra o nosso assunto, a cervejaria cigana. O termo “cervejaria cigana” faz referência ao estilo de vida cigano, que não tem morada fixa e sempre está viajando por cidades distintas.

Uma cervejaria cigana é aquela que abre a empresa, registra a marca e usa o espaço de outras cervejarias para a produção da cerveja. Ou seja, uma cigana não tem fábrica própria, aluga o espaço de outra, produz suas próprias receitas em uma grande quantidade e, como aquela terceirizada já tem todos os equipamentos inspecionados e autorizados pelo MAPA, ela pode comercializar o seu próprio produto com o registro do MAPA da terceirizada.

Muitos cervejeiros utilizam da forma cigana como o primeiro passo para deixar de ser caseiro e ir em direção de ter a sua própria cervejaria. Além de ter um custo menor, ele pode produzir em diferentes cervejarias, trocar experiências e até mesmo fazer cervejas colaborativas com outras cervejarias, por isso, muitos preferem usar o nome de cervejaria “colaborativas” ou “associadas”.

É importante que essas cervejarias, que estejam com espaços ociosos, abram as portas para as ciganas. Todos ganham: as cervejarias com fábrica própria fica com seu equipamento trabalhando com capacidade máxima, além de aumentar a renda e investir mais na fábrica; as ciganas que passam a ter suas cervejas comercializadas; o mercado que vê o aumento da concorrência e movimentação com diversas cervejarias para ofertar; e os consumidores que passam a ter um amplo leque de variedades e estilos de cervejas para escolher.

Cervejaria Capim Branco

Um exemplo que temos em Minas Gerais é a Cervejaria Capim Branco que surgiu em 2006 como Cervejaria Artesamalt, uma das mais antigas do estado, localizada em Capim Branco. Em 2020, sentiram a necessidade de separar a razão social da empresa. Assim, a Cervejaria Capim Branco passou a ser uma fábrica para produção de cervejas ciganas e a Artesamalt continuou a ser uma marca própria de cerveja. Além disso, surgiu outra marca: a Lagoon Beer (que falarei a seguir).

A Cervejaria Capim Branco é voltada para produção cigana de cerveja. Além de cerveja, também é produzido gin, vodka, sidra e bebidas mistas na fábrica.

A fábrica conta com 50 tanques fermentadores, com capacidade para produzir 2 mil litros por dia. Além dos tanques fermentadores, a cervejaria conta com uma destilaria e dezenas de barris de madeira para maturação.

Tanques fermentadores

Destilaria

Barris de maturação

Hoje, 70 empresas produzem seus produtos ali de forma cigana. São centenas de rótulos espalhados pelo mercado, não só mineiro, mas de todo o país. Então, quando você vir lá no rótulo as informações de que a bebida foi produzida na Zona Rural BR-040 ou Capim Branco, foi fabricada lá. Eu vejo vários.

A convite da Cervejaria Capim Branco, Lagoon Beer e Gin Nouveau, através da assessoria Primeiro Plano Comunicação, fui convidada para conhecer a nova planta fabril da cervejaria, além dos produtos e lançamentos da cervejaria e do gin deste ano em primeira mão.

Que estrutura! Tudo muito organizado. Fiquei de boca aberta com o espaço, com a quantidade de tanque e todos funcionando a todo vapor, com cervejas de diversas cervejaria que conheço. O tour foi guiado pelo mestre cervejeiro (não é mestre do local), Carlos Henrique Vasconselos, que explicou o funcionamento e nos mostrou todo o espaço. A destilaria, os tanques, o espaço onde envasa (garrafa e lata), rotulação e o estoque.

Além disso, pude tomar direto do tanque algumas cervejas. Que experiência deliciosa!

Lagoon Beer e Gin Noveau

A Lagoon Beer é uma marca muito nova no mercado. Chegou em 2020, no comando dos jovens sócios Greg Pinheiro e Allan Coelho, que chegaram com ideias inovadoras e criaram a nova marca na Cervejaria Capim Branco, para romperem barreiras. Já chegaram com cinco rótulos, sendo eles: Pilsen Triple Malt, Lager, Amber Lager, Session IPA e IPA. Todos excelentes! Essas com link são as que fiz minha análise no Instagram, confira aí.

Todas as cervejas podem ser encontrada no e-commerce da cervejaria (www.beba.delivery), nos supermercados Verdemar, em BH, com preços super honestos. Eles prometem estar presentes em outras grandes redes. Vamos aguardar!

Além da Lagoon, eles investiram também na criação de um gin, e lançaram o Gin Nouveau London Dry, com capacidade para 950 ml, bem mais que a oferta do mercado que varia entre 700 e 750 ml, porém, com preço similar. A nova receita é exclusiva e foi desenvolvida com 18 botânicos selecionados que criam uma harmonia de sabor, com destaque para as ervas de Provence, com forte influência mediterrânea e provenientes da França onde o movimento Art-Nouveau teve seu berço. Mesmo com essa carga de ingredientes, o sabor é equilibrado.

Um destaque para o rótulo tanto da cerveja quanto do gin. Ficaram lindos!!

O consumo de bebida alcoólica nos estados brasileiros

Qual é o estado que mais consome bebida alcoólica?

Para tirar essa dúvida, peguei como base a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os dados da pesquisa consideram pessoas que costumam consumir bebida alcoólica uma vez ou mais por semana.

Segundo a pesquisa, o Rio Grande do Sul é o estado que apresentou a maior taxa de cidadãos maiores de 18 anos que afirmaram consumir bebida alcoólica ao menos uma vez na semana. 34% dos gaúchos afirmaram beber ao menos uma vez na semana. Os outros nove estados que fecharam a lista dos 10 mais “bebuns” foram:  Mato Grosso do Sul (31,3%), Santa Catarina e São Paulo (31%), Minas Gerais (30,3%), Paraná (28,5%), Mato Grosso (28,2%), Espírito Santo (26,7%), Bahia (26,7%) e Sergipe (26,6%).

Entre as capitais estaduais, Salvador (BA) e Florianópolis (SC) são as que mais consomem bebida alcoólica. Elas empataram com o mesmo percentual, 40,2%. As outras capitais que fazem parte da lista com as 10 capitais que mais consomem bebida alcoólica são: Porto Alegre (39,4%), Belo Horizonte e Vitória (35,8%), Campo Grande (33,4%), Curitiba (32,6%), Rio de Janeiro (32,4%), São Paulo (31,4%) e Aracajú (29,6%).

A pesquisa também mostrou que o consumo de bebida alcoólica aumentou entre os brasileiros, já que 26,4% da população com 18 anos ou mais afirmaram consumir bebida alcoólica uma vez ou mais por semana. Isso representa um aumento de 2,5 pontos percentuais em relação à última pesquisa, divulgada em 2013, quando esse percentual foi de 23,9%.

Os homens continuam sendo os que mais bebem. 37,1% afirmaram que têm o hábito de consumir bebida alcoólica ao menos uma vez por semana, contra 17% das mulheres. Porém, é válido observar o quanto o percentual das mulheres aumentou se comparado com a última pesquisa, de 2013, em que o percentual foi de 12,9%. Houve um aumento de 4,1 pontos percentuais. O percentual masculino quase permaneceu estável. Em 2013, foi 36,3%.

Continuando com os números relacionados às mulheres, a capital em que as mulheres mais bebem é Porto Alegre, com 30,7% de mulheres que afirmam beber ao menos uma vez por semana. Salvador aparece em segundo lugar, com 29,6%, seguido por Florianópolis (29%), Aracaju (27,2%) e Vitória (27%). Manaus é a capital com menor índice, 7,1%. Belo Horizonte está em 8º lugar, com 24,6%. A média das capitais é de 22,9%.

Quanto aos homens, Porto Alegre também está em primeiro lugar, com 54,5%, seguido por Salvador (49,2%), Florianópolis (47%), Campo Grande (45,7%) e Belo Horizonte (45%). Os homens que menos bebem são os de Rio Branco- AC (17,1%). A média das capitais é de 42,4%.

A Pesquisa Nacional de Saúde 2019 (PNS 2019) foi uma pesquisa amostral domiciliar coletada em todo o território nacional entre agosto de 2019 e março de 2020, e foi divulgada em novembro de 2020.

Clique aqui para acessar a pesquisa completa.

Só para completar as informações, já que essa pesquisa foi feita antes da pandemia, coloco aqui o resumo da pesquisa que a Fiocruz fez, já com a pandemia, com o nome “ConVid: pesquisa de comportamentos”.

Segundo a pesquisa, houve um aumento de ingestão de bebida alcoólica depois do começo da pandemia: 18% dos entrevistados (18,4% entre homens e 17,7% entre mulheres) afirmou estar ingerindo mais bebidas alcoólicas nesse período. O maior aumento (26%) foi registrado na faixa etária de 30 a 39 anos de idade, e o menor entre idosos (11%). De acordo com a pesquisa, a motivação para beber mais está relacionada ao emocional. Quanto maior a frequência dos sentimentos de tristeza e depressão, maior o aumento do uso de bebidas alcoólicas, atingindo 24% das pessoas que têm se sentido dessa forma durante a pandemia.

Com isso, é preciso ressaltar a importância de estar atento ao consumo do álcool. Pois, ele não ajuda a diminuir o estresse, nem deve ser usado como um “remédio”, pois seu consumo em excesso tem um resultado reverso, causando o aumenta dos sintomas de pânico e transtornos de ansiedade, depressão e risco de violência doméstica.

E é o que eu sempre falo por aqui e no Instagram: Tudo em excesso faz mal. Observe seu consumo, tenha controle na quantidade que você bebe tanto durante a semana, quanto em um dia. E, para equilibrar, faça atividade física sempre.

Equilíbrio é tudo na vida!

Me siga no Instagram para ter mais dicas do mundo cervejeiro: https://www.instagram.com/cervejeirauai

Ouro Preto e suas riquezas acompanhadas de muitas cervejas artesanais

Gosta de bater perna e conhecer muitos pontos turístico?

Ouro Preto é o lugar certo. É a cidade histórica mineira que mais tem lugares para se conhecer. Em cada esquina é um aprendizado. Então, se planeje, prepare-se e se perca na cidade.

Quantos dias ficar: Para conseguir visitar tudo, eu diria que três dias é o ideal. Mas, caso você tenha menos tempo, como eu fui (fiquei por 2 dias), foque nos principais que não vai se arrepender.

A antiga capital do estado é riquíssima em história, com isso, atrai muitos turistas. Então, prepare-se, em qualquer ponto turístico que for vai ter muitos turistas curiosos como você querendo saber de tudo e tirar foto de tudo. A cidade é mega movimentada, muito carro, muita gente, afinal, além de turística, Ouro Preto também é uma cidade universitária.

Então, prepare uma roupa bem leve e o TÊNIS, pois os morros da cidade são bem caprichado e mata qualquer atleta de plantão. E, se está pensando em rodar de carro, sem chance, não é fácil achar lugar para parar em todos os locais. Então, deixe o carro em um lugar central e fé na sua canela. Bora!

Espera ai! Antes, não posso deixar de falar que, no caminho para Ouro Preto já tem uma parada obrigatória. O Museu Jeca Tatu, que fica na estrada, em Itabirito. É um museu de quinquilharia. Tem tudo que imagina, desde latinha antiga de cerveja à máquina de escrever.

Museu Jeca Tatu

Além da atração cultural, conta também com uma lanchonete com o famoso pastel de angu, em vários sabores, e um delicioso cafezinho mineiro. Não deixe de comer o pastel. É delicioso.

Ainda tem uma área externa coberta, onde podem ser realizados eventos e um cinema (que foi reformado pelo Luciano Huck, através do quadro Quinquilharia, do Caldeirão do Huck). Além disso, na porta do museu, fica uma Jardineira Biblioteca, o monumento do Cristo Redentor, entre muitas curiosidades. As placas na estrada indicam o Pastel de Angu.

Voltando para Ouro Preto… seus conjuntos arquitetônicos do estilo barroco bem preservados é de ficar paralisado. Não à toa, foi a primeira cidade declarada como Patrimônio Cultural da Humanidade em 1980, pela UNESCO.

O que fazer:

– Praça Tiradentes. Comece por ela, já que, aqui, concentram restaurantes, cafés e alguns pontos turísticos de Ouro Preto. Também há diversos guias se oferecendo para fazer os passeios. Eu fiz o meu próprio roteiro, então não precisei de nenhum guia.

Praça Tiradentes

No centro da praça, fica o monumento a Tiradentes, instalado em 1894. Trata-se de uma homenagem ao sacrifício do alferes na Inconfidência Mineira.

Ali, também fica o Museu da Inconfidência, antiga sede da Casa da Câmara e a Cadeia de Vila Rica. No museu, encontra diversos artigos referentes à Inconfidência Mineira, importante movimento para Minas Gerais e o Brasil.

Observação: Todos os pontos turísticos (museus, igrejas) cobram para entrar. Mas, o valor é bem simbólico.

– Igreja Nossa Senhora do Carmo. Fica atrás do museu. É uma das obras do arquiteto Aleijadinho. Anexo ao terreno, fica o Museu do Oratório, que expõe grande variedade de peças religiosas.

– Feira do Largo de Coimbra. Descendo, próximo à praça e em frente para a Igreja de São Francisco de Assis, está essa famosa feirinha. Por lá, você encontrará grande variedade de peças de artesanato local, especialmente em pedra sabão.

– Igreja de São Francisco de Assis. Uma das obras mais importantes de Aleijadinho, essa Igreja está entre as mais visitadas de Ouro Preto e é um grande símbolo do barroco e rococó mineiro. Além de Aleijadinho, a Igreja conta também com trabalhos de Mestre Ataíde. Não entrei. Mas, dizem que é linda. Já estava cansada, tanto que, aqui, encerrei meus passeios desse dia (começamos as visitas à tarde).

– Mina do Chico Rei. Começamos a manhã nessa Mina. Tem algumas Minas em Ouro Preto. Como as visitas são muito semelhantes, escolhi ir nessa. A visita é guiada por uma escavação subterrânea onde o personagem real conhecido como Chico Rei, trazido do Congo como escravo trabalhou explorando-a até comprar sua carta de alforria e, depois, comprou a própria mina, durante o ciclo do ouro no Brasil Colonial.

Durante a visita, é contada muita história daquela época. Muito interessante. Só não indico para quem tem fobia de lugar fechado. Chega uma parte que é bem estreita e dá uma agonia.

– Casa do Aleijadinho. Perto da Minas, fica uma casa escrito “Casa do Aleijadinho”. É uma casa da época do Aleijadinho, que está quase toda preservada na originalidade. A certeza que se tem até hoje é que o sobrado serviu de moradia aos pais do artista. Não existe nada que comprove que ele nasceu ou viveu ali.

Não tem muita coisa interessante, mas, destaco a cachaça que vendem lá. A melhor cachaça que já tomei na minha vida. Tem fama internacional. É vendida em diversas garrafas, inclusive de pedra. Pode experimentar, é servida geladinha, muito boa. Trouxemos uma garrafinha de 330ml, pois é bem cara! Mas, compensa.

– Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar. Muito grande. Erguida no início dos anos 1700, é uma das mais luxuosas da cidade. A ornamentação da igreja leva mais de 400 kg de ouro e 400 kg de prata, fora as centenas de anjos esculpidos. Ao entrar, o ouro já reluz! Estima-se que a igreja esteja entre as que mais receberam ouro em sua decoração em Minas Gerais e no Brasil.

– Igreja de Nossa Senhora do Rosário. Escravos adeptos ao catolicismo construíram essa igreja no final dos anos 1700 e inícios dos 1800. Por isso, também é conhecida como Rosário dos Pretos. O destaque dela é pela fachada que é curva.

Igreja Nossa Senhora do Rosário – Foto por: Ane Souz

Onde beber: À noite, a cidade acalma. Os bares ficam espalhados entre o centro e os bairros. Claro que só escolhi lugar com cerveja artesanal e já falei sobre esses dois lugares aqui na minha coluna “Onde Beber Artesanal”. Detalhe que você encontra a Ouropretana por toda cidade, em vários bares, lojas e restaurantes. Então é super fácil achá-la.

Vamos para as minhas dicas.

– Loja da Fábrica Ouropretana: É um bar com um espaço aconchegante e confortável. Além de muitos tira-gostos gostosos a casa conta com diversos estilos de cerveja própria e algumas convidadas. E agora eles também estão com gin próprio. Eu já falei tudo sobre o Loja da Fábrica Ouropretana aqui.

– Latitude 20º: Outro bar com cerveja artesanal própria é o Latitude 20º. É um bar supersimples, com petiscos gostosos, caseiros, e várias biqueiras com cerveja própria e convidadas. Fora a vista que é maravilhosa. Também já falei da Latitude 20 aqui.

– Republica Cervejaria: Essa eu não conheci porque ainda não existia quando fui. Mas, já quero conhecer.  Foi inaugurada em fevereiro de 2020. É a primeira tap house multimarcas e steak bar da cidade. São 30 torneiras com chopes de MG e do Brasil. Além de cervejas premiadas, eles oferecem boa gastronomia e música de qualidade.

As cervejas artesanais locais: Ouropretana, Latitude 20º, Thoruna Beer, Fuzessy Bier e Cervejaria Acadêmica.

Para almoçar:

– O Passo Pizza Jazz. A comida aqui é maravilhosa. Quer conhecer a culinária mineira, vai com fé. Mas, é bem salgadinho os preços dos pratos. As imagens falam mais que qualquer palavra.

Passo Pizza Jazz

Espero que tenha gostado de mais essas dicas de tudo o que fazer em mais um interior mineiro.

São João del-Rei uma cidade histórica invadida pela urbanização e cervejas artesanais

Hoje, nós vamos passear por uma cidade histórica bipolar. Ao mesmo tempo que ela mantém seus traços coloniais, com muita história para contar, ela também tem a agitação de uma cidade urbanizada. Das cidades históricas que eu fui, é a maior. Aliás, a cidade natal do ex-presidente que nem chegou a tomar posse, Tancredo Neves, é a maior cidade setecentista do estado de Minas Gerais.

São João del-Rei

Apesar de ser grande, a parte histórica, turística é pequena. Em uma manhã eu visitei tudo.

Quantos dias ficar: Um dia é o suficiente para você conhecer tudo e ainda curtir a noite. Mas, eu ficaria dois. Um dia para ficar por conta do passeio e o outro para ficar de bobeira e tomar umas pela cidade.

Algumas pessoas optam por ficar em Tiradentes (veja sobre Tiradentes aqui) e ir em São João e voltar no mesmo dia. Eu não faria isso. Muito corrido. Se for andar de Maria Fumaça, aí são 2 dias mesmo.

O que fazer: Como eu fiquei próximo à Igreja São Francisco de Assis, comecei meu passeio por lá. Bora para o roteiro:

– Igreja São Francisco de Assis é o ponto turístico mais famoso da cidade. O entorno da Igreja é lindo, cercado de palmeiras imperiais, em um jardim projetado pelo paisagista Burle Marx. Ao entrar, você vê uma riqueza de detalhes. Tem altares dourados (feitos por Aleijadinho), tudo muito lindo.

Igreja São Francisco de Assis

O túmulo do ex-presidente Tancredo Neves fica no cemitério nos fundos da Igreja

– Memorial Tancredo Neves fica em frente à Igreja. Como já disse, Tancredo Neves morreu dias antes de assumir a presidência da República no Brasil, porém, teve muita história antes, suficiente para ter um memorial em que sua história confunde com a história política do Brasil. Para quem gosta, é superinteressante.

Tem muitos painéis, vídeos, áudios, objetos pessoais. Eu queria ler tudo, ver tudo. Mas, é muita coisa. Vale a pena.

– Ponte da Cadeia. Para atravessar para o Centro Histórico, você passa por essa ponte. É um aponte formada por três arcos e tem uma cruz em pedra no meio do arco central. Ela fica próxima à atual sede da Prefeitura Municipal. Foi construída em 1797, depois que a antiga obra, feita de madeira, ruiu durante a passagem de uma procissão.

Ponte da Cadeia
Vista da Ponte

O seu nome se originou após a transferência da cadeia da cidade para o subsolo da Casa da Câmara, hoje prefeitura.

Prefeitura

Atravessou já começa o tumulto do centro, muita gente e carro passando. Aqui, é bem movimentado. Você só lembra que está em uma cidade histórica por causa da arquitetura.

– Solar dos Neves. É uma casa colonial colorida, com flores e plantas na sacada, onde morou a família de Tancredo Neves. Foi construída no século XIX e não está aberta para visitação.

– Igreja Nossa Senhora do Carmo. Fica em frente ao solar. Simples, porém, bonita por fora. Não estava aberta para visitação.

– Rua das Casas Tortas. Atrás dessa Igreja fica a rua Santo Antônio famosa por suas casas tortas. É uma ruazinha estreita com casas centenárias de arquitetura colonial que rende belas fotos. Algumas edificações instaladas em seu percurso merecem destaque como a Capela de Santo Antônio.

– Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar. A construção da capela da padroeira da cidade foi iniciada por volta de 1721. Não entrei pra render o tempo porque é muita igreja.

– Igreja Nossa Senhora do Carmo. Ela fica no final de uma rua bem estreita, com isso, é até difícil de tirar foto dela toda. Fiz uns malabarismos e saiu. Não entrei porque estava fechada. Mas, parece ser uma igreja bem grande.

De lá, fomos andando pelas ruas de São João a dentro. Aí já volta para a cidade de interior. Com sossego, silêncio e pássaros cantando. Praças arborizadas e ruas de pedras.

– Igreja Nossa Senhora das Mercês é mais afastada, mas fomos só para andar mais pela cidade. Tem uma grande escadaria na porta e uma bela vista lá de cima.

De lá fomos para o Museu da Estação.

– Museu da Estação. O acervo reúne relíquias da Estrada de Ferro Oeste de Minas, incluindo sua primeira locomotiva, de 1880, além de diversos objetos de antigas estações, como relógios, telefones, máquinas de calcular, sinalização e objetos para manutenção dos trilhos. Ele fica dentro da estação ferroviária.

– Passeio de Maria Fumaça. Optamos por fazer o passeio bate-volta São João – Tiradentes – São João. Por mais que a volta seja um pouco chatinha, já que vimos tudo na ida. Mas, achamos melhor assim, já que o carro estava em São João e de lá iriamos para Tiradentes.

Passeio de Maria Fumaça

A viagem é feita em um trem a vapor estilo “Maria Fumaça” e demora cerca de 50 minutos (para ida e volta –  2 horas). São 12km percorridos na Estrada de Ferro Oeste de Minas (EFOM), inaugurada em 1881 por Dom Pedro II.

O passeio passa por outras cidadezinhas. Por lugares desertos com casinhas no meio do nada, vacas, cavalos. Bem coisa de interior mesmo. É bacana o passeio.

Para beber: À noite, a cidade acalma. Os bares ficam espalhados entre o centro e os bairros. Eu indico o brewpub da cervejaria Ovelha Negra do qual eu já falei aqui. E a Taberna d’Omar que também tem cerveja artesanal local.

Brewpub Ovelha Negra
Taberna d’Omar

As cervejas artesanais locais: Ovelha Negra, Libertates e Barock Cervejaria.

Onde comer: Restaurante Dedo de Moça, onde tem uma comida mineira deliciosa, farta de lamber os beiços. Também vende cerveja artesanal e Heineken.

Espero que tenham gostado dessas dicas!

Tiradentes: Desacelere com cerveja mineira

A dica que vou dar hoje é para você que quer descansar e desacelerar da correria do dia a dia.

Tiradentes é uma cidade histórica típica do interior mineiro. Por lá, parece que tudo é mais devagar, o tempo passa com calma, que tranquilidade!

Largo das Forras

A cidade fica a 190 quilômetros de Belo Horizonte e é conhecida pelas igrejas do século 18, museus, antiquários, além de uma ótima gastronomia. A cidade é tombada pelo patrimônio histórico, mostrando que ali tem muita história para contar.

Quantos dias ficar: Três dias e duas noites são o suficiente para conhecer todos os pontos turísticos da cidade, que não são muitos.

O que fazer: Comece pelo Largo das Forras, que é a praça principal da cidade. De lá, você consegue chegar em todos os pontos turísticos. Ande pelas ruas conservadas de muitos séculos e observe o charme da arquitetura dos antigos casarões.  Ah, vá de tênis e roupa leve, porque tudo é feito a pé.

Esse foi o meu roteiro:

– Largo das Forras;

–  Museu Casa de Padre Toledo, onde morou Tiradentes e que foi usada como ponto de encontro da revolução colonial. O Museu conta muita história. Em frente ao Museu fica uma estátua de Tiradentes e ao lado está a Capela de São João Evangelista (que estava fechada).

– Igreja de Nossa Senhora do Rosário. Menos suntuosa e conservada do que a Matriz, merece ser visitada pelo seu valor histórico. Era o lugar de culto dos negros escravizados, impedidos de frequentar outras igrejas.

– Matriz de Santo Antônio.  O mais conhecido cartão-postal de Tiradentes. Foi construída no início do século 18, durante a época da corrida do ouro, quando Tiradentes ainda atendia pelo nome de Vila de São José do Rio das Mortes. Décadas mais tarde, a igreja ganhou uma nova fachada, projetada por Aleijadinho. Não pode tirar foto de dentro da igreja, que é a mais rica em ouro de Minas Gerais, a segunda do Brasil.

– Ao lado fica o Museu da Liturgia, um museu moderno que fala de rituais e tradições católicas. Não entramos.

– Chafariz de São José. Com três saídas de água, ele não estava funcionando. Por anos, essa foi a principal fonte de água da cidade, para pessoas e animais. O lugar tem muita mata ao redor, mas achei bem descuidado e sem movimento por perto. Daqui voltamos paramos em um bar próximo à praça principal para tomarmos uma artesanal e depois fomos na loja de Chocolate. Imperdível! Isso tudo foi feito em uma tarde, sem correria.

– Capela de São Francisco de Paula. Fomos quando estávamos indo embora. Achei sem graça. Só é bonita a vista de lá de cima.

Outros passeios ao redor:

Bichinho, passamos uma manhã por lá.

– Museu Automobilístico da Estrada Real. Aqui, você encontra uma coleção impressionante de carros antigos, todos brilhando. Alguns fazem aparições em filmes e casamentos. Cada jamanta de carro. Vale a pena a visita.

– Casa Torta. Famosa na região é uma casa torta para crianças e adultos visitarem. Nós não entramos, estava cheio e preferimos seguir para o Alambique…rs

– Alambique da Cachaça Mazuma. Toda visita à Mazuma Mineira é grátis e inclui uma explicação sobre como é produzida a cachaça, e uma provinha das ótimas pingas da casa. Gostei da explicação e do aroma do alambique J. A Mazuma tem cachaças envelhecidas em jequitibá, amburana e carvalho, além da branca. Na loja também são vendidos queijos, doce de leite, café e outras especialidades da região. Claro que levamos a cachaça e o doce de leite.

– Maria Fumaça. Pra quem não andou vale a pena fazer o bate-volta pra São João del-Rei. Esse passeio, nós fizemos de São João – Tiradentes – São João.

Para beber: Na cidade, existem vários pontos com cerveja artesanal de Minas. Quando fui, na praça, ficava esse charmoso carro da Haus Bier e foi parada obrigatória. A Haus Bier tem um restaurante bem grande e a fábrica na entrada da cidade. Quando fui, estava fechada.

– 50 Tons de Malte. Encontra diversas cervejas artesanais de Minas Gerais. Só tem mineira boa. Aqui eu falei sobre minha experiência lá. Clique ai: 50 Tons de Malte

– Mercado Tunico. Ah, esse foi meu point. Como fica ao lado da praça principal e estava rolando show, não sentamos em nenhum restaurante, íamos abastecer lá toda hora. Várias cervejas artesanais mineiras e geladas para pegar e sair bebendo.

– Sapore D’Italia ao Ar Livre tem chope e cervejas da Cervejaria Antuérpia (Juiz de Fora-MG);

– Birosca Santo Reis: Tem chope e cervejas de garrafa artesanal. Fiz só um pitstop para encher o tanque.

Espero que tenham gostado dessas dicas!

Promoções cervejeiras para beber em casa

Com a situação delicada que estamos vivendo, com a proibição dos bares e eventos, as cervejarias locais estão deixando de vender na mesma quantidade que vendiam. É nessa hora que nós, cervejeiros, devemos apoiar as cervejarias locais para que elas possam continuar produzindo e para que não falte cerveja boa em nossa geladeira durante esses dias.

Pensando nisso, vou divulgar aqui cervejarias e estabelecimentos que estão fazendo promoção facilitando a entrega e a compra.

É importante dizer que as cervejarias estão tomando todos os cuidados para que não haja transmissão do vírus. Mas, lembre-se também de seguir as medidas de higienização repassadas pelos órgãos de saúde. Ah, e para não perder o costume: Fique em casa, só saia se for extremamente necessário.

Aproveite, apoie o local, beba com moderação!

Coloquei o Instagram de cada cervejaria, assim, você pode acessar, conferir melhor as promoções e fazer o seu pedido.

Belo Horizonte 

Abadia das Gerais @abadiadasgerais : Entregas sem custo adicional para BH e região metropolitana. Na compra de duas caixas ganhe uma taça.

Aloprada @cervejaria.aloprada :  Serviço de entrega grátis em BH em dias determinados. Pedido mínimo de uma caixa com 12 garrafas. Entre em contato pelo (31) 9.9968.2454 ou (31) 9.9195.7050. Astronapa (American Pale Ale): 16,00; Fructtopus (Fruit Beer): 16,00;
Alienipa (American IPA): 18,00, Stoutborg (American Stout): 18,00; Alopradina (Hop Lager): 14,00 *garrafas de 500ml. Lembrando que a caixa tem 10% de desconto!

Albanos @cervejariaalbanos : Além do chope, as cervejas vão até você, com frete grátis. Pedido mínimo 1 caixa (12 un.).

Artéza @cervejaarteza : Frete grátis. Descontos em combos. Os pedidos podem ser realizados das seguintes formas: Ifood; 99 Food; e WhatsApp 31 9194 8968.

Arz Cervejaria @arzcervejaria : Entrega direta de garrafas/latas com frete grátis e os produtos com desconto de 30% até 50%.

Astúcia @astuciacerveja : Desconto para compra de um pack com 12 unidades da garrafa da American IPA (Mangabeira) ou da lata de Hop Lager (Lagoinha).

Austen @austencervejaria : Na compra de 6 garrafas a entrega é grátis.

Belzonte @belzontecervejaria : A cervejaria está com delivery das sua James Blond (American Blond Ale). 1 garrafa de 600ml por R$14,00. Pedindo 10 garrafas, cada uma sai a R$12. Entrega grátis para BH para pedidos acima de 10 garrafas. Demais cidades, consultar o frete. Pedidos pelo Instagram ou pelos telefones: (31) 4102-3100 / 9 9945-3100.

Botocudos Cervejaria @botocudoscervejaria : Delivery com entregas grátis e desconto de até 50% nas cervejas.

Braskulkibeer @braskulkibeer : Promoções nas cervejas além de promoção no delivery. Compras acima de 50 reais o frete é grátis para BH. Nas compras acima de 100 reais, o frete é grátis e ainda ganha uma taça ou copo de vidro Braskulkibeer a sua escolha. Peça através do número (31) 9 8825-5042.

Capa Preta @cervejariacapapreta : Delivery grátis para BH, consulte a região.

Caraça @cervejaria_caraca: Kit com uma seleção de 5  Lagers especiais em um Half Pint exclusivo por R$67,80. Frete grátis para BH (consulte condições). Vendas através do site http://www.cervejariacaraca.com.br

Cervejaria Cultura @cervejaria.cultura : Com promoções em alguns dias da semana e delivery de chope e comidinhas.

Corja Brew @corjabrew : Delivery de chope na lata de 473, frete grátis e preços promocionais para BH e Santa Luzia. Pedidos mínimo de 12 latas.

Do Porão @doporao: Estão fazendo delivery com frete grátis para BH. Pedido mínimo de 15 garrafas. Estilos: American IPA, Pilsen, Irish Red Ale e Summer Ale.

Estação Moeda @estacaomoeda : Barril de 50 litros com chopera por R$450. Barris de 10L ou 15L, consultar a disponibilidade. Garrafa de Pilsen R$7,90 e de Amber  R$8,90. Pedido mínimo de 10 garrafas.

Falke Bier @falkebier : Delivery de garrafas e chopes, que podem ser pedidos e pagos pelo app próprio da cervejaria. Desconto de 10 reais na primeira compra no app e entrega grátis para todos os pedidos dentro de Belo Horizonte.

Hermanitos @cervejahermanitos : Delivery com frete grátis. Consulte as regiões disponíveis.

Hop Craft @cervejariahopcraft : A Hop Craft está envasando em latas parte do lote da Nyarlathotep, uma Double IPA com 7,6 ABV e 60 IBU, super lupulada com aroma e sabor com notas de abacaxi e outras frutas amarelas. Peça pelo Instagram.  1 lata R$14,00 /
6 latas R$75,00 / 12 latas R$140,00.

Hop Makers @hop.makers: Acesse http://www.hopmakers.com.br e compre cervejas, copos e muito mais da marca, sem sair de casa! Entregam em todo o Brasil e o frete é Grátis para a Região Sudeste nas compras acima de R$150,00.

Krug Bier @krugbier : Preços especiais, frete grátis e entregas em até 24h em BH e Nova Lima.

Kud @cervejariakud :  Promoção da SEMANA: 3 GROWLERS com 1 litro (cada) de chope Yellow Ledbetter, German Pilsner, por R$ 50,00. Além da promoção para comprar 10 cervejas pelo site e levar 15 (Ganha na hora 5 Yellow Ledbetter). Frete grátis

Laut Beer @lautbier : Preços imperdíveis e frete grátis pra BH e Nova Lima.

Loba @cervejarialoba : Além do ifood, a cervejaria agora tem um app para você pedir sua Loba e receber em casa. O App tem promoções exclusivas no growler, garrafas e kits. Além do app, eles têm um ponto de vendas na Rua Cláudio Manoel, 475, Savassi – BH no estilo ToGo – pegue e leve. Peça também pelo whastapp (31) 9 9246-0471.

Lokira @cervejarialokira : Estão entregando growler, por delivery, de quinta à domingo. Dependendo do local, o frete é grátis. O litro tem o valor de R$22,50 e o growler pet vai de presente. Consulte as condições e valores através do telefone: (31) 9 9877-3546.

Magbeer @cervejariamagbeer : Entregam garrafa ou growler. São 8 estilos de chopp artesanal. Preços especiais para retirada na fábrica!  Garrafas 600ml:
Pilsen – R$ 8,00, Red – R$ 10,00, Stout – R$ 10,00, Ipa – R$ 10,00, Apa – R$ 10,00 – Double ipa – R$ 12,00, NE ipa – R$ 15,00.

Chopp no Growler 1 Litro (Embalagem simples reutilizável – R$ 2,00). Pilsen – R$ 12,00, Red – R$ 15,00, Stout – R$ 15,00, Ipa – R$ 15,00, Apa – R$ 15,00, Session ipa – R$ 15,00, Double Ipa – R$ 18,00, NE ipa – R$ 20,00. Entrega grátis acima de R$ 150,00 raio de 20 km ou R$ 200,00 na Grande BH. Entre em contato (31)9.9477.4028 com Mateus ou (31) 9.9476.7433 Samuel.

Magia @cervejariamagia : Delivery para entrega de garrafas e todos os produtos sem cobrança de frete na região metropolitana de BH.

Mamatha Brewery @mamathabrewery : Delivery, em BH, com frete grátis para pedidos acima de 12 latas. Pagamento via cartão ou transferência antecipada.

Mythic Beer @mythicbber :  Enlataram os chopes e estão vendedo o chope em lata, 473ml. Pilsen R$8  e os demais $10. O Frete é grátis para BH e região para pedidos acima de R$ 120,00. Pedido minimo de 06 unidades.  Entregam sempre na sexta-feira. Trabalham com encomenda.

Norka @norkacervejas : Está com delivery de growler de 1 litro, da Pilsen (R$15) e da Hilltop IPA (R$20), além de poder haver um terceiro rótulo a mais por semana. Lançaram um voucher com o custo de R$ 100 que dá o direito de consumir R$ 120 em growlers por 60 dias. Os pedidos devem ser realizados pelo whatsapp: (31) 99523-0021. Frete grátis para a Zona Sul de BH e para Nova Lima (incluindo condomínios). Para outras regiões, o frete é grátis com pedidos acima de R$ 50. Clientes do voucher terão sempre frete grátis.

Pampulha @cervejariapampulha : A Cervejaria tem feito promoções de petiscos e chopes em alguns dias da semana. A entrega é feita em Belo Horizonte, com frete grátis nas compras acima de R$70. Os pedidos deve ser feitos pelo whatsapp: (31) 9 9477-3034. Consulte as promoções pelo zap ou pelo Instagram.

Prussia @prussiabier : Na compra de uma caixa de cervejas (o mix que você quiser), o frete é grátis. Cidades disponíveis: São Gonçalo do Rio Abaixo; Belo Horizonte; Nova Lima; Itabira; João Monlevade.

Rhara Beer @cervejariarhara : Oferece combos de growlers de 1 Litro.

Serafina @cerveja_serafina : Serviço de delivery em promoção. Entregas 4a e 6a. Pedido mínimo de 10 garrafas, com o valor unitário promocional de R$12, 00. Comprando 20, cada garrafa sai R$10. Frete: R$ 10,00 reais. Pedidos pelo whatszapp: (31) 9.8510- 9684.

Seu Tomé @cervejaseutome : Promoção de caixa mista com 12 garrafas, custando R$126,90. A caixa contém: 3 pilsen, 3 witbier, 3 Jaboticaba Sabará e 3 American IPA. Frete grátis para Sabará e alguma regiões de BH. Telefone: 31 9 9869-1707.

Thoruna Beer @thorunabeer : Aproveite as promoções da Thoruna. Irish Red Ale: R$ 12, Red IPA R$ 14, além de outros estilos. Eles estão vendendo seus copos que são um charme R$ 25. Consulte a disponibilidade de estilo e a taxa de entrega, através do tel (31) 9 8725-8509. Além de BH, tem entrega em Ouro Preto, Mariana e Conselheiro Lafaiete.

Verace @cervejariaverace : Cervejas direto da fábrica com frete grátis para pedidos de 6 garrafas no mínimo. Atendimento em BH, Nova Lima, Contagem e Betim. Entrega em até 24 horas. Pagamento via cartão no momento da entrega ou transferência bancária.

Vinil @cervejavinil : Entrega com frete grátis (BH e região metropolitana). Entregam em até 24h.

Estabelecimentos

BH

Barbaverde BH @barbaverdebh : Todos os estilos da Läut Beer com preços imperdíveis. É possível retirar no bar (Rua Curitiba, 2.220, Lourdes, BH), pedir pelo whatsApp ou ligar no (31) 9.9421-1397 (consulte a taxa de entrega).

Craft Station @craftstationcervejas: Mais de 200 rótulos. Delivery pelo @ifoodbrasil ou pelo link na bio do Insta. 25% de desconto em qualquer chopp no tap com retirada na loja! Promoção válida acima de 1Litro. Enquanto durar o estoque.

Estação Lift @estacaolift : Todos os dias retirada no bar e delivery via @ifoodbrasil das 17h às 23h. No ifood, tem promoção com combos de burguer e chope.

Furst Gastronomia @furstgastronomia : Chopp e petiscos com frete grátis acima de R$40.

Go Growler @gogrowler: Na plataforma do Ifood do Chopp da Fabrica, você encontra os produtos da Go Gowler com preços especiais.

Incognita @cervejariaincognita : O Incógnita Lab está aberto para retirada de cerveja para viagem e também está disponibilizando serviço de delivery! O cardápio disponível e os pedidos devem ser feitos pelo instagram.

Inspetor Sands @inspetorsands : Delivery através do Uber Eats (frete grátis para pedidos acima de R$20,00) ou retirada no local (com até 20% de desconto!).

Köbes Buteco @kobesbuteco: 10% de desconto no delivery e frete grátis para compras acima de $50 na zona Leste. Promoção válida para assinantes Bom de Copo. Para o público em geral, o Kobes está fazendo desconto em combos harmonizados (cerveja com algum prato da casa). Peça no 99Food, no Ifood ou pelo 3467-6661.

Lamas @lamasbh : Chopes e insumos podem ser pedidos pelo whatsapp (31) 9 9765-6031 e, se for pedir somente chope, pode ser pelo Ifood. Para quem pedir, no mínimo, 2 litros de Läut, através do whatsapp, toda a entrega terá o frete grátis para Belo Horizonte.

Mister Art @misterartbh : Delivery de petiscos e cervejas. Para quem for pegar o pedido na loja. 30% de desconto no petisco e 20% na cerveja.

Odeon BH @odeonbh : Compras acima de R$50 recebem uma ficha para ser usada no bar quando a pandemia acabar. Liga para (31) 99527-2062 que eles entregam. A casa conta com alguns combos de cerveja. Confira no insta.

Porks Praça Tiradentes @porks_pcatiradentesbh: Taplist com preços promocionais, growler grátis. Na compra de 2 growlers, ganha o 3º.

Santa Tereza Cervejaria @santaterezacervejaria: Chopes podem ser pedidos pelo Ifood ou pelo whatasapp (31) 9 8660-4223. Quem buscar na porta ganha 10% de desconto.

Santo Growler @santogrowler : A partir de agora todos os chopes plugados na casa saem com 20% de desconto para quem retirar no balcão da loja! Para quem não pode ou não quer ir até a loja, tem a promoção do delivery, para todos os pedidos no ifood, entregam o growler pet grátis!

Saruê @saruebh : Cervejas artesanais em preços promocionais.

Tasting Olec @tastingolec : Promoções de chopes e frete grátis para zona sul de BH.

Uaimií @uaimii : Pedidos pelo telefone ou WhatsApp entrega sem taxa* para a região centro-sul de BH ou para retirada no pub no bairro Sion. *𝘷𝘢𝘭𝘪𝘥𝘰 𝘯𝘰𝘴 𝘱𝘦𝘥𝘪𝘥𝘰𝘴 𝘢𝘤𝘪𝘮𝘢 𝘥𝘦 𝘙$ 50,00.

Yanã Bar @yanabarbh : São feitas algumas promoções durante a semana. Além disso, o bar tem feito combos com comida e chope. Os pedidos podem ser feitos pelo whatsapp (31) 9 9816-8933 ou pelo Ifood.⠀

Diamantina

Capistrana @cervejacapistrana : Delivery grátis e com preço de fábrica. Pedido (mínimo de 6 unidades) de qualquer estilo. Promoção válida apenas para Diamantina.

Catedral Pub @catedralpub: Promoções de cerveja no delivey.

Diamantina @cervejadiamantina @taberna85 : A cervejaria está em parceria com a Taberna 85, onde pode ser adquirido o growler para degustar no conforto da sua casa! 1L de chope + Growler de vidro + entrega grátis = R$ 30. E para recarregar, você paga apenas o valor do chope $20. A partir da segunda compra, com o growler na troca, você recebe um número da sorte para concorrer a uma cesta produtos.

Guinda @cerveja_artesanal_guinda : Fazem entrega de cervejas de garrafa (600ml), kits ou chopp. Entre em contato com o telefone (31) 9 99618468.

Juiz de Fora

Antuérpia @cervejariaantuerpia : Chopes entregues também através do @ifoodbrasil. Produtos com preços diferenciados. Para Juiz de Fora.

Golem @cervejariagolem: Delivery de terça a domingo, das 13h às 23h e drive-thru de 17h às 23h30min, no endereço da fábrica, a Av Rui Barbosa, 482 em Santa Terezinha. Tels 32-3321-8960 ou 98483-4396.

Fathach @cervejariafathach @granchopp : Garrafas e growlers poderão ser retirados / enchidos na Gran Chopp ou a Gran Chopp fará o delivery com frete grátis em Juiz de Fora.

Formiga

Furst @furtbier : Entrega growler com chope em casa. Preços especiais de fábrica. Vasilhame grátis.  Frete Grátis para pedidos acima da 50,00! Promoção válida para cidade de Formiga.

Ouro Preto

Ouropretana @cervejariaouropretana : Promoções no barril do chope. Para quem não é de Ouro Preto, tem promoção de 20% off na loja online http://www.ouropretana.com.br

Tap House Cervejaria Pampulha: excelência do atendimento ao chope

A dica do Onde Beber Artesanal de hoje é o Tap House da Cervejaria Pampulha.

bairro ouro preto

A casa, como o nome já diz, pertence à Cervejaria Pampulha.

O lugar: É um conjunto de espaço muito aconchegante e super agradável de tomar uma de leve, ver o movimento local e descontrair com os amigos e a família. São 3 ambientes. Internamente são dois andares, com uma decoração moderna, luzes baixas que tornam o ambiente ainda mais gostoso e intimista.

20200201_192331

20200201_191922

E o lado externo, conta com mesas que ficam em uma pracinha que compartilha o ambiente com demais estabelecimentos gastronômicos (comida japonesa, pizzaria, sorveteria, sanduicheria e açaí).

20200201_192252

O atendimento é de primeira. O prato e o chope chegam rápidos e, se precisar de alguma dica, pode pedir que será super bem atendido.

tap house cervejaria pampulha

Para beber: O Tap House conta com 10 torneiras de chope. Cinco são chopes da casa. E as outras cinco são chopes de parceiros e convidados. Os nomes das cervejas da Cervejaria Pampulha fazem referências à Pampulha e Belo Horizonte: 18km – que é a extensão da Lagoa da Pampulha (ESB), Jacaré da Lagoa (IPA), 1943 (Brown Ale), Capivara da Noite (Dry Stout), Lagoa Pils (Pilsen), Marco Zero (Pale Ale) e Jacarezinho (Session IPA). Os valores variam de $7 a $28 (de 300ml a 1 litro).

tap

Eu tomei a Lagoa Pils e a 1943. Muito gostosas e super bem-feitas. A brown então, do jeito que eu gosto, com aquele aroma e sabor de malte torrado, delícia! Ah, lá enche growler também.

cervejaria pampulha

Para comer: A casa oferece pratos exclusivos e petiscos mineiro “raiz”, todos pensados para harmonizar com os estilos dos chopes. Têm opções de entradas como bolinho de tilápia, pastel de angu, brusqueta de queijo, e petiscos como batata recheada ao forno, carne de panela, brochete, filet com fritas. Os valores variam de $12 a $48,90.

batata com bacon

cervejeira uai

Em alguns dias tem música ao vivo.

Amei conhecer e voltarei com certeza! Aproveito para agradecer ao Bruno, um dos donos, pela excelente recepção.

Tap House da Cervejaria Pampulha
Rua Zilah Correia de Araújo,  13 – bairro Ouro Preto
Belo Horizonte – MG
www.cervejariapampulha.com.br
@cervejariapampulha

Onde Beber: Tomando Krug Bier no bar exclusivo da cervejaria em BH

Atenção: Estabelecimento Fechado Permanentemente. Hoje, o bar da Krug funciona na Savassi e chama Estação Krug.

A dica de Onde Beber Artesanal de hoje é uma casa já tradicional em BH. Aberta em 2009, a Choperia Krug Bier Major Lopes, é a casa da Cervejaria Krug Bier na capital.

20191230_202104

O local: Excelente lugar para happy hour, por lá encontram-se muitos jovens curtindo o fim do dia com os amigos, adultos, casais e famílias aproveitando a noite.

choperia kurg bier

O espaço é bem grande. Tem a parte interna e a varanda, que é o local mais concorrido. A decoração é bem bacana, super Krug Bier…rs

krug

choperia bh

Para beber: São diversas torneiras jorrando chopes da Krug Bier.

A diversidade no cardápio é bem grande: Cristal (chope tradicional, leve, puro e cristalino), Krug 20 (pilsen com sabor mais intenso), Export (chop encorpado, com sabor de malte e nível de amargor mais elevado), Golden Ale (sabor frutado e amargor baixo), Dunkel (escuro e com uma leve nota de café. Sabor intenso e amargos baixo), Weizen (feito em parte com trigo maltado e sabor marcante de cravo e banana) e o Chope Especial – que era a IPA no dia (mais amarga, com aroma e sabor marcante).

Quando fui, só tinha o Pilsen, Kurg 20 e IPA. Mas, como já conheço todos os estilos do cardápio, posso falar que são todos excelentes. Peça qualquer um de olho fechado. Qualidade nota 1000!

chope kurg bier

Os chopes são vendidos nos tamanhos Tulipa (R$8,00), Caneca (R$13,00) e Canecão (R$15,00). Com exceção do Chopp Especial, que possui preços diferenciados Tulipa (R$13,00), Caneca (R$17,00) e Canecão (R$21,00).

Para quem não é da cerveja têm diversas opções alcoólicas.

Para comer: o cardápio tem uma variedade boa, para muitos gostos.  Têm Entradas (como pasteizinhos), Petiscos (como picanha com fritas), Pratos à la carte que servem 2 pessoas (como filé de tilápia), Especialidades Alemãs (como joelho de porco), sanduíches e sobremesas. Ufa! Os valores variam entre: R$15 a R$95.

file com fritas

A casa tem muitas promoções bem convidativas durante a semana, alguns dias têm músicas ao vivo, fora algumas festinhas diferentes aos finais de semana. A programação é extensa e eclética, por isso, é bom ficar atento às redes sociais deles.

Eu gosto bastante da casa, pois me sinto muito à vontade. O atendimento é ótimo.

chope

Só tem dois pontos negativos: o banheiro fica no 2º andar. É super desconfortável ter que subir aquela escada para chegar ao banheiro. O outro ponto, foi em relação à última vez que fui, pode ser que tenha sido somente esse dia, mas havia apenas 3 tipos de chopes disponíveis, no final da noite só tinham dois (Cristal e Kurg 20, ou seja, só pilsen). Sugiro ter mais opções, por motivos óbvios.

Recomendo e voltaria, porém, conferiria antes para saber se todos ou a maioria dos chopes estão disponíveis no dia. 😉

Pega mais essa dica ai e seja feliz, com chope de qualidade!

Krug Bier Major Lopes
Rua Major Lopes, 172 – São Pedro

Belo Horizonte – MG
Instagram: @krugmajor

Stahlberg Bier Haus: Uma casa alemã com sotaque mineiro

Atenção: Estabelecimento Fechado Permanentemente

A dica do Onde Beber Artesanal aterrissa em mais uma casa alemã em BH: a Stahlberg Bier Haus.

20191130_205747

Com personalidade, ela une o que tem de melhor na Alemanha e em Minas. Sich wundern, uai!

Já começa pelo nome que significa montanha de ferro em alemão.
O local: A casa tem um bom espaço e ambientes variados. O ambiente externo é ideal para quem curte “tomar uma” vendo o movimento da rua e o interno é mais intimista, mais escuro. Tem a parte que têm mesas em frente à banda que está se apresentando e tem uma parte mais para trás, escondidinha.

20191130_205921

Alguns dias a casa conta com música ao vivo. Quando fomos estava rolando um voz e violão de um músico muito bom que cantava o melhor do pop e rock internacional.

Quanto ao público, é bem diversificado. Casais, turmas, famílias…

stahlberg bier

A decoração é 100% cervejeira. Amei.

stahlberg

O que me levou lá? A variedade de chopes e a comida alemã, que amo!
Para beber: São nada mais nada menos que 20 torneiras jorrando do melhor chope artesanal, dos mais diversos estilos e marcas. São chopes nacionais e importados plugados. A casa tem uma parceria com a cervejaria Erdinger, que possibilita oferecer três estilos importados, sendo dois exclusivos em Minas Gerais. Infelizmente, no dia que fui, tinha acabado o chope da Erdinger. Mas os outros que pedi estavam ótimos.

bier

Os valores de 300 ml variam entre R$5 (Pilsen da casa) e R$19 (IPA – Capa Preta). As de 473 ml variam entre R$10 e R$26. A casa enche growler também. Além de chope, têm outras bebidas.

Achei muito legal as torneiras serem personalizadas com um objeto diferente, no lugar da tradicional alavanca. Tem de tudo: carro, carranca, chifre, carrinho, caveira, moedor de pimenta, microfone etc.

chopeira

Veja aí algumas que bebemos:

chopes

Além disso, têm algumas garrafas.
Para comer: Os petiscos, como falei, envolvem as culinárias alemã e mineira, bem exclusivo e criativo, que harmonizam com as cervejas disponíveis. São diversos os pratos, parecem todos deliciosos. Vão de petiscos (fritas, salsichas, chucrute…) a grelhados (joelho de porco, bife chorizo, marrecada…), além de acompanhamentos e sobremesas. Os valores vão de R$28,00 a R$86,00.

20191130_211842

Foi difícil escolher. Mas fomos de Tiras fritas de joelho de porco defumado com molho especial e cerveja escura; Oktoberfest (dupla de salsichões cozidos acompanhados de chucrute-repolho fermentado – e mostarda); e Croquete do Alemão (croquete de carne de porco com mostarda de maracujá).

petiscos

Tudo delicioso. Infelizmente, não coube a sobremesa. 😦

Eu adorei tudo. A casa, a comida e a cerveja. Só melhoraria um pouco o atendimento. Pois os chopes demoravam para chegar. Talvez pode ser que no dia a casa estava mais cheia. Nada que me impeça de voltar. Voltarei com certeza!

20191130_211353

cervejeira uai
Pegue mais essa dica e pröst!
Stahlberg Bier Haus
Av. Aggeo Pio Sobrinho, 187 – Buritis
Belo Horizonte – MG
Instagram: @stahlbergbierhaus