Espaço Artéza: um espaço para se sentir em casa com cerveja em BH

Gosta de se sentir em casa e ainda ter diversas opções de cerveja artesanal para tomar e relaxar?

Hoje, o Onde Beber Artesanal estaciona no Espaço Artéza, que foi construído dentro de uma clássica casa antiga de BH.

O local

O espaço teve adaptações para se transformar em um bar mas manteve toda a estrutura da casa. Ao chegar, você se depara com a casa e dá vontade de chamar “ó de casa!”. A entrada é pela garagem que dá acesso a um túnel que te leva para o quintal da casa, onde acontece o movimento.

Antes, não poderia deixar de destacar o caixa, que é um pedaço de uma Kombi dos anos 80. A decoração do espaço é bem eclética e rende diversas fotos instagramáveis.

O espaço principal, ou seja, o quintal, conta com uma parte coberta e a outra parte aberta que, em dias de sol, deve ser bem concorrido. Como no dia que eu fui o tempo não estava bom, só havia uma mesa nesse espaço aberto. Sentamos lá e não deu outra. Em menos de uma hora a chuva caiu e tivemos que ir para a parte coberta.

É um ambiente super agradável, com pessoas agradáveis e a música ao vivo complementa ainda mais o espaço que é prazeroso de sentar e relaxar.

Para beber

Se com tudo que eu falei já te deu vontade de ir, agora, que chegou a melhor parte, eu tenho certeza que você já está pegando o celular e colocando o endereço para saber como chegar. 🙂

A casa conta com 12 torneiras de chope. No dia em que fui, onze eram cervejas próprias da Cervejaria Artéza e uma convidada. E tem opção para todos os gostos: Belgian Pale Ale, GoIAPA,Pilsen, Hop Lager, Vienna Lager, American IPA, New England IPA, Sour, Dry Stout, Double IPA e Porter com Jack Daniel´s.

Os preços variam. Os de 300ml vai de R$9 a R$12. E os de 500ml vai de R$12 a R$16.

Nós fomos de Vienna, Dry Stout, Jack Porter, NE IPA, American IPA e Double IPA.

Vienna e NE IPA
American IPA
Dry Stout
Double IPA e Jack Porter

Por lá, você pode adquirir também as garrafas e latas da cervejaria para levar para casa.

Além das cervejas, tem algumas bebidas de dose e drinks.

Para comer

O cardápio é bem variado também. Para quem quer petiscar, tem porções para tira-gosto. Para quem está com mais fome, tem opção de hambúrgueres e hot dogs.

Nós pedimos a torre de Onion Rings (R$ 21,50) que veio bem crocante acompanhada com três molhos: maionese cítrica, cheddar e barbecue. E pedimos, também, Picanha Grelhada (R$ 49,90) com chimichuri acompanhada de batata frita. O ponto da carne veio do jeito que pedimos, o molho estava excelente!

Para conferir as opções e preços é só acessar cervejaarteza.com.br/cardapio

E o atendimento? Excelente. Garçons superatenciosos e rápidos!

Adorei conhecer a casa! Achei tudo muito bom, desde o espaço, ambiente, chopes e comida. Com certeza, voltarei mais vezes.

Espaço Artéza
Rua Cuiabá, 302 – Prado
Belo Horizonte – MG
Instagram: @cervejaarteza
Site: http://www.cervejaarteza.com.br

Tap House Cervejaria Pampulha: excelência do atendimento ao chope

A dica do Onde Beber Artesanal de hoje é o Tap House da Cervejaria Pampulha.

bairro ouro preto

A casa, como o nome já diz, pertence à Cervejaria Pampulha.

O lugar: É um conjunto de espaço muito aconchegante e super agradável de tomar uma de leve, ver o movimento local e descontrair com os amigos e a família. São 3 ambientes. Internamente são dois andares, com uma decoração moderna, luzes baixas que tornam o ambiente ainda mais gostoso e intimista.

20200201_192331

20200201_191922

E o lado externo, conta com mesas que ficam em uma pracinha que compartilha o ambiente com demais estabelecimentos gastronômicos (comida japonesa, pizzaria, sorveteria, sanduicheria e açaí).

20200201_192252

O atendimento é de primeira. O prato e o chope chegam rápidos e, se precisar de alguma dica, pode pedir que será super bem atendido.

tap house cervejaria pampulha

Para beber: O Tap House conta com 10 torneiras de chope. Cinco são chopes da casa. E as outras cinco são chopes de parceiros e convidados. Os nomes das cervejas da Cervejaria Pampulha fazem referências à Pampulha e Belo Horizonte: 18km – que é a extensão da Lagoa da Pampulha (ESB), Jacaré da Lagoa (IPA), 1943 (Brown Ale), Capivara da Noite (Dry Stout), Lagoa Pils (Pilsen), Marco Zero (Pale Ale) e Jacarezinho (Session IPA). Os valores variam de $7 a $28 (de 300ml a 1 litro).

tap

Eu tomei a Lagoa Pils e a 1943. Muito gostosas e super bem-feitas. A brown então, do jeito que eu gosto, com aquele aroma e sabor de malte torrado, delícia! Ah, lá enche growler também.

cervejaria pampulha

Para comer: A casa oferece pratos exclusivos e petiscos mineiro “raiz”, todos pensados para harmonizar com os estilos dos chopes. Têm opções de entradas como bolinho de tilápia, pastel de angu, brusqueta de queijo, e petiscos como batata recheada ao forno, carne de panela, brochete, filet com fritas. Os valores variam de $12 a $48,90.

batata com bacon

cervejeira uai

Em alguns dias tem música ao vivo.

Amei conhecer e voltarei com certeza! Aproveito para agradecer ao Bruno, um dos donos, pela excelente recepção.

Tap House da Cervejaria Pampulha
Rua Zilah Correia de Araújo,  13 – bairro Ouro Preto
Belo Horizonte – MG
www.cervejariapampulha.com.br
@cervejariapampulha

Querida Jacinta: Bora tomar umas no poleiro?

Já pensou em tomar uma cerveja artesanal no poleiro?

20190727_203011

Calma que esse é um poleiro diferente! Eu falo da Querida Jacinta, que é um combo:  restaurante, cervejaria e bar dançante no coração do Santa Efigênia.

Ao passar na rua, você nem percebe que ali tem um lugar desses. Fica bem escondidinho, mas para os que andam com a antena ligada como eu logo vê que algo diferente cisca por ali.

Fui à noite, por isso as fotos ficaram muito escura. Não dá para ter muita noção porque a luz por lá é bem baixa.

20190728_004153

Peguei esta foto do insta deles, feita pelo fotógrafo Victor Schwaner, para terem noção do lugar quando está mais claro.

querida jacinta

O local: São dois andares, que lembram um poleiro mesmo. A casa se transforma ao longo do dia. De dia é um restaurante, que serve almoço. Ao cair a luz do dia, a casa se torna um bar para happy hour. Depois que a casa enche, as mesas que ficam no centro da casa, em baixo, são retiradas. As pessoas são convidadas a ficar em pé para que caiba mais pessoas e vira um bar dançante.

Confesso que nesse dia que fui estava muito cheio, não tinha nenhuma programação especial, mas não dava para sair do lugar. E é gente passando e esbarrando o tempo todo. Para pegar uma cerveja era bem difícil, apesar dos garçons passarem o tempo todo. A minha dica para a casa é que limitem um pouco mais a entrada para que fique agradável aos que já entraram.

Tirando isso, a casa é muito bacana! O DJ tocava músicas das mais variadas que agitavam o público que também é bem diversificado. E toca de tudo mesmo, do funk à MPB, e todos dançando e se divertindo sem preconceito com qualquer ritmo. Falando em preconceito, isso passa longe do Querida, afinal, o banheiro é unissex, então sem essa Feminino x Masculino.

20190727_234454

Para beber: O que mais me atraiu para conhecer o poleiro da Jacinta foi saber que ofereciam cervejas artesanais próprias e de outras cervejarias mineiras. a gente fica só no #bebalocal. São 12 torneiras de chopes com opção para todos os gostos desde Pilsen à NE DIPA. Eu experimentei algumas. Todas excelentes. Os valores variam entre R$13 a R$19 as de 500ml.

20190727_203448.jpg

Além de cerveja, têm drinks super bem-feitos também. Veja aí. Assim, todos saem felizes.

Para comer: Como eu disse, a casa tem almoço de dia e tira-gosto à noite. Os petiscos são variados, muitos bem mineiros. Tem torresmo de barriga, pastel frito, carne de panela, joelho de porco, sanduíches, tábua de frios e sobremesas. Escolhemos sanduíches pela fome…rs

20190728_000323

20190728_000901

Ah! Lá é cartela individual. Na entrada, você pega um cartão para consumação e paga na saída. Falando em entrada, na antessala tem um espaço com souvenires da Querida Jacinta para comprar, como cerveja, copos, bonés e outros mimos. E, falando em saída, pague antes da casa acender as luzes, porque a fila fica enorme.

20190727_203152

Eu adorei o ambiente da casa. Bem animado. Quero voltar outra vez, porém, mais cedo e ver se pego a casa mais vazia.

20190727_212735

E, aí, curtiu o poleiro da galinha da angola Jacinta? Não deixe de conhecer o local, é muito bom!

Querida Jacinta
Rua Grão Pará, 185, Santa Efigênia
Instagram: @queridajacinta
Facebook: @queridajacintabh