Uma parada no bar que te empresta cobertor e na Torre Chinesa de Munique

O #tbtEmBerlim de hoje é no bar da Franziskaner, o Zum Franziskaner, que fica no centro de Munique. Como a Franziskaner e a Löwenbräu são da Ambev, a casa vendia as duas marcas. Ambas tradicionalíssimas por lá.

loowembrauJá que a Franziskaner era mais fácil de encontrar na cidade, resolvemos experimentar as cervejas da Löwe. Escolhemos a Original, que é uma Munich Helles, e a Munich Dunkel.

A Munich Dunkel deles, não diferente das outras, é uma delícia. Uma cerveja mais escura, com sabor de malte e encorpada. É bem equilibrada, em que o amargor do lúpulo dá pra sentir bem pouco e o doce é ligeiramente sentido também, com notas de caramelo. Em sua fabricação são usados como base maltes torrados especiais.

O teor alcoólico é 5,5%. Interessante que divulgam seu valor calórico que é 48 kcal/a cada 100ml. De boa!

Um detalhe que tem em alguns bares por lá é esse cobertor. Alguns bares deixam cobertores individuais nas cadeiras. Como estava ventando muito frio, logo dei um jeito de enrolar no meu.

20170524_171558E o tira gosto? Hummm…esse sim, foi diferente e gostoso: o Bayerische Freilandente. Traduzindo na prática… Pato assado com bolinhos de batatas e repolho roxo cozido com molho de maçã. Eitaaa!

lowenbrau sloganA Löwenbräu  é mais uma das tradicionais da Bavaria. Foi produzida pela primeira vez em 1383. Porém, somente em 1524, em Munique, num lugar conhecido como “Löwengrube” (cova dos leões), que foi construída uma fábrica de uma cervejaria que mais tarde ficaria famosa no mundo: a Löwenbräu, que significa “cervejaria do leão”, animal que também faz parte da logomarca.

Como eu disse anteriormente, em 1997, com o objetivo de manter a presença e crescer, ela se fundiu com a Spaten. Em 2003, a marca foi adquirida pela Inbev (atual Anheuser-Busch InBev), iniciando um forte período de expansão internacional.

A cervejaria também  é uma das 6 cervejas oficias da Oktoberfest de Munique. Junto com a Augustiner, Hacker-Pschorr, Hofbräuhaus, Paulaner e Spaten-Franziskaner. E a Löwe participa desde a primeira edição, que aconteceu em 1810. Leia mais sobre a Oktoberfest Original.

loewenbraeu-oktoberfest.jpg


O ponto turístico desse post é a Chinesischer Turm (Torre Chinesa), que fica no Englischer Garten, um imenso jardim, onde você vê de tudo. Gente fazendo piquenique, passeando, andando de bicicleta, fazendo nudes ao vivo…rs. Sim, vimos um peladão por lá, pegando energia do sol.

Este slideshow necessita de JavaScript.

20170524_154040.jpg

Adentramos no jardim para achar a tal torre e tomar umas. Andamos muito, pois não conseguíamos achá-la. O parque é imenso mesmo. Enfim, achamos a torre que foi construída em 1790, com 5 andares e 25 metros de altura. Como muitos monumentos em Munique, foi bombardeado na 2ª Guerra e reconstruído.

No pé da torre tem um grande biergarten com comidas típicas alemãs e muita cerveja da Hofbräuhaus para tomar. Quando fomos não estava muito cheio. Vimos turistas orientais, americanos e nativos que estavam ali para almoçar e beber (sim, lá é costume beber caneca de 1 litro durante o almoço. Devem ser curtidos. Não dá grau).

É um lugar bem gostoso para descansar um pouco da bateção de perna turística.

Veja mais fotos:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s