Sem categoria

Como começar com o Marketing Cervejeiro?

pc.png

Você pode ter um produto maravilhoso, você pode ter os melhores insumos na sua produção, porém isso tudo não fará da sua cerveja um sucesso, se você não souber exatamente como oferecer a sua cerveja para o consumidor certo. Esse é um dos pilares do marketing cervejeiro e logo abaixo, você vai aprender um pouco mais sobre esse tema.

Eu me chamo Daiane, sou a criadora do projeto Mulheres Cervejeiras e hoje tenho a honra de escrever esse artigo para o blog Cervejeira, uai! . Que com muita responsabilidade, vem trazendo informações relevantes e fomentando a cultura cervejeira em Minas e no Brasil.

Veja, existe uma armadilha em oferecer os melhores insumos, 100% malte, ou qualquer coisa semelhante na expectativa de atrair a atenção do público cervejeiro. Se o seu marketing cervejeiro inclui alguma dessas frases eu te convido a parar imediatamente e refletir um pouco.

Você não cria um diferencial competitivo oferecendo commodities.

Malte, é commodity.
Lúpulo, acredite, também é.
A Água cristalina de Agudos (a melhor da galáxia, rs) também não te traz nenhuma vantagem.

Não acredita?
Pense comigo, com exceção da água de Agudos, você consegue operar a compra de sacas de malte em mercados de contratos futuros (simplificando, como se fosse a bolsa de valores) comprando e vendendo a futuro, a termo e etc.

Da mesma forma que é possível operar café, açúcar, trigo, moedas, entre tantos outros.

Agora, você pode estar até pensando: O meu cliente não faz a menor ideia do que isso realmente significa.

starbuks

Ok, concordo.

Então você poderia me explicar por quê ele não aceita pagar mais do que R$2,50 num pingado (cafézinho) “commodity” e fica louco de feliz ao pagar R$6,00 (postando fotos nas redes sociais) ao tomar algo na Starbucks?

O marketing cervejeiro deve focar na experiência que vai oferecer ao seu consumidor e conseguir comunicar isso para as pessoas certas.  Juntamente com técnicas de SEO (otimizar as buscas para sistemas como Google) e gestão de redes sociais, o cervejeiro tem uma chance de ouro para se comunicar e se relacionar com os seus potenciais clientes usando todo o poder (e baixo custo) da internet para isso. Essas 3 estratégias juntas formam o tripé do Marketing de Conteúdo.

Marketing Cervejeiro é realmente importante?

marketing-digital-para-cervejarias-

Candidatos a ciganos é o que não faltam por aí, você sabe.

Já existem teorias de bolhas cervejeiras e que em breve, a navalha vai correr no mercado. Fala-se que “somente os bons” vão sobreviver… Mas, o que são os “bons”?

Sejamos honestos: São aquelas empresas que têm maior fluxo de caixa (os que vendem mais). São essas que vão sobreviver.

Você sabe, isso não quer dizer, necessariamente, que são as cervejas que usam os melhores insumos. Sabe por quê? Essa é a obrigação de todas as cervejarias!

E você não encanta ninguém pelas “obrigações”.
O que você prefere: Acordar cedo para ir pro trabalho (obrigação) ou o happy hour para tomar uma cervejinha (o que é legal!).

startup-business.jpg

Agora, eu acredito que você já entendeu que o marketing cervejeiro é muito importante e você está começando a se perguntar sobre o que deve fazer para começar o seu.

Existem duas coisas que você pode fazer agora: arregaçar as mangas e fazer você mesmo, ou contratar alguém. O certo é, que você não pode desprezar essa área do seu negócio.

Ao colocar a mão na massa, você vai levar mais tempo, mas vai chegar lá. Hoje existem diversas ferramentas gratuitas que podem te ajudar. A internet está aí e o seu público também está nele. Não importa se você não gosta de redes sociais ou não, importa se o seu público potencial está lá. E acredite em mim, ele está!

Ao contratar alguém, você chega mais rápido. Porém procure se certificar o quanto essa pessoa conhece do mercado cervejeiro. O marketing cervejeiro é um campo muito novo, assim como a nossa cultura cervejeira é.

Como eu posso começar a fazer meu marketing cervejeiro, agora?

Como bom cervejeiro que você é, você vai querer por a mão na massa e fazer você mesmo.

Então, abaixo eu te apresento uma dica de como você pode começar com o pé direito a sua campanha de marketing cervejeiro.

Existe aquele grupo de cervejas que servem para “pagar as suas contas” e aquele outro grupo, que serão suas cervejas de “investimento” para o futuro. E são essas que você deve colocar maior empenho em buscar brechas no mercado para começar a se relacionar com o público potencial.

lupuloAtualmente, cervejas lupuladas tornaram-se alvo das mais diversas criações, chegando até a incomodar um pouco aos cervejeiros mais antigos. Como se não houvesse mais espaço para novas criações, inundando o mercado com as mais diferentes IPAs.

Então, como você pode começar a criar o caminho para transformar a sua cerveja numa campeã em vendas?

bodebrownQuero usar como exemplo a cervejaria Bodebrown, que na minha opinião, tem um dos melhores marketing cervejeiro. Ela se comunicando perfeitamente bem com o lado “selvagem” de quem se liberta do mundo mainstream e o seu consumidor deve ser forte, por que ela não é indicada para os fracos!

Essa cervejaria depende exclusivamente da sua IPA? Da sua receita com cacau? Não! Volta e meia sai uma Kolsch, uma Sour ou algo novo. E vendem… Mas a comunicação não muda. As cervejas de “entrada” se encarregam de levar o novo consumidor até o mundo dos “selvagens”.

Para você começar a criar um marketing cervejeiro, olhe os nichos de mercado (subnichos) que formaram-se dentro da cultura cervejeira. O mundo das cervejas lupuladas está competitivos demais. Mas só existe essa possibilidade?

Caramba, entre estilos e sub-estilos de cerveja existem mais de 100 no Guia BJCP.

Eu me pergunto “Por quê raios não surgiram cervejas inspiradas na escola Inglesa, até hoje?” Aquelas cervejas que os seus consumidores, ao apreciá-las devem se portar como um autêntico gentleman? Ou então uma deliciosa Old Ale, para os homens das antigas, do tipo lenhador, do tipo caçador de recompensas, rústicos e matutos. Mas que no fundo, são hipsters, vão a barbearias estilosas e são gente fina pra caramba!

Atenda a necessidade dos grupos de forma inteligente. Deixem as pessoas felizes com as suas individualidades e mais felizes ainda, por se identificarem com os seus grupos!

Eu sei que o assunto é longo, mas o primeiro passo é esse!
Pensar fora da caixinha!

Você vai descobrir o caminho, por quê as respostas estão com você.
Você só tem que descobrir como fazer a pergunta certa!

E no que precisar, podem contar comigo.

mulheres

Você pode nos encontrar no Instagram pelo perfil @mulheres.cervejeiras e o meu e-mail é contato@mulherescervejeiras.com.br

Muito obrigada à Deborah e ao Blog Cervejeira, uai! pela oportunidade, foi uma honra.

mulheres dai

Beijos.
Daiane
Mulheres Cervejeiras

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s